Dia 13: Um livro de ficção

Esse foi difícil de decidir por dois motivos: queria falar de algum livro que eu não tenha lido desde que comecei o Andei lendo e só me vinha biografia ou livro que conta alguma história real. Tenso, né? Então por isso o post de hoje demorou (mentira, foi também porque hoje o trabalho foi muito e o tempo livre, pouco). No fim pensei, pensei e lembrei de alguns que eu adoro. Aí que simplesmente não conseguia me decidir MESMO.

Acabei escolhendo Outsiders, da Susan E. Hinton (, peguei um dos seus livros favoritos emprestados pro post!) por dois motivos: é daqueles livros que você não consegue largar enquanto não terminar e é um livro que tenho vontade de reler. Ponyboy Curtis é um adolescente que vive com seus irmãos mais velhos e tem uma turma de amigos. A vida deles é tipicamente adolescente: escola, meninas, dinheiro… e gangues. Era aquela época nos Estados Unidos em que tinha gangue para tudo quanto é lado, as cidades viviam cheias de brigas.

Ponyboy, os irmãos e os amigos eram Greasers (sim, pensou certo ao lembrar do filme com o Travolta), que viviam brigando com os Socs (os boyzinhos da época). As brigas entre as gangues ficam cada vez piores (claaaaro que tem menina envolvida, né?) e não vou falar mais nada. hahaha. Se não conto tudo e perde a graça, né?

A Susan E. Hinton tinha 15 anos quando escreveu o livro, tomando por base experiências de um amigo (mas não é biográfico, hein?) e conseguiu publicá-lo já no ano seguinte. Acho impressionante gente que publica livro tão novo.

Se você acha que conhece o nome do livro de algum lugar, olha só: em 1983 ele virou filme e se você tem minha idade (oi, mais de meio século!) já assistiu ele muitas vezes na Sessão da Tarde. Vidas sem rumo (não dava pra Globo passar o filme com título em inglês, né?) tinha um elenco que deu muito o que falar nos anos seguintes: Matt Dillon, Patrick Swayze, Rob Lowe, Emilio Estevez, Tom Cruise, Tom Waits e C. Thomas Howell (no papel de Ponyboy). E ainda teve direção do Coppola, coisa que só descobri agora. haha

Taí um livro que não tenho na minhas estante e que queria muito. Pena que só encontro em sebos e quase sempre em péssimo estado. :/

Comentários via Facebook

5 comentários

  1. kazinhalacerda em | Sempre vem aqui e já comentou 91 vezes. ;) Responder

    AMO MUITO!!!
    li esse livro pela primeira vez qdo eu era um pouco mais nova que o Pony, e fiquei maluca. A trama, os personagens, a época… reli tantas vezes esse livro que sei páginas e páginas de cor.
    Tenho dois exemplares na estante: o velhinho, gasto que eu judiei lendo milhares de vezes e um achado num sebo mais inteirinho, q eu guardo pra mostrar pros meus sobrinhos qdo eles ficarem maiores. E pra reler sempre tb, pra me lembrar de ficar dourada, como o Bolojohnny pediu pro Pony. =]

  2. Mahara em | Já comentou 9 vezes. Eba! Responder

    Deixa eu contar que eu era apaixonada pelo C. Thomas Howell/Ponyboy quando eu era novinha por causa do livro e do filme. *hahaha Tenho meu exemplar até hj, acho que depois deste post vou reler… bjooss ;)

  3. raquel em | Sempre vem aqui e já comentou 52 vezes. ;) Responder

    fiquei com vontade de ler esse livro.

    o filme é um clássico!

  4. Lecticia em | Sempre vem aqui e já comentou 506 vezes. ;) Responder

    Se eu vi esse filme, não lembro mais =(

Deixe o seu comentário