Project 365: #268 a #274

Antes de tudo: sim, hoje era para ter um post de diário sobre a mudança que tô fazendo. Mas a lerda aqui esqueceu a câmera em casa e me recuso a fazer o post sem fotos. Hahah. Fica pra amanhã então. ;)

#268 – 25/09/2011

Passei o domingo entre a casa dos meus pais e a dos pais do Henrique. Meu quarto tá a maior zona desde que tirei o armarinho de lá para mandar reformar e aí as prateleiras por lá estão assim, bangunçadonas.

.

#269 – 26/09/2011

Estava com duas calças para arrumar há tempos e só criei coragem para levar porque tinha a colação de grau do cunhado e queria usar uma delas. Bobeira minha, devia ter levado antes.

.

#270 – 27/09/2011

Lembra que falei que queria tanto uma coisa relacionada à Harry Potter que nem ia falar por aqui, pra não gorarem? Hahaha. Então, chegou e é essa lindezinha aí: uma réplica do cartaz que penduram em tudo quanto é lugar quando o Sirius foge de Azkaban. Fala se não é lindo? Ai ai.

.

#271 – 28/09/2011

Quando meu cunhado se formou na 8ª Série, eu estava lá. Quando ele tava terminando o colégio e escolhendo qual faculdade fazer, eu tava lá também. Agora foi a hora de comemorar a formatura dele da faculdade. Todo mundo super orgulhoso dele.

.

#272 – 29/09/2011

Uma colega de trabalho disse que tinha um brinco, mas que achava que ele combinava muito mais comigo e ia me dar. Aí ela chegou com essa lindeza aí. <3

.

#273 – 30/09/2011

Não sei se falei por aqui, mas nas últimas 3 semanas fiz um curso de html básico, pela agência. Foi puxado e cansativo, mas bem legal. Esse foi um dos sites que a gente teve que criar (favor não reparar no layout lindjo, a gente teve 30 minutos pra criar, poxa). Hoje acaba.

.

#274 – 01/09/2011

Se na quarta foi a colação, no sábado foi dia de baile de formatura. Essa foi a lindeza que usei a noite toda e não machucou em nada meu pé. Tô é virando fã da Santa Lolla, viu.

As querências mais queridas das últimas semanas

Melhor fazer esse tipo de post a cada duas semanas, né? Assim tem mais coisas.!

Anéis de casinha, orelha de coelho e circo, na OLDgOLD BOUTIQUE – tem coisa mais fofa? Tem? Então me mostra, porque eu duvido.
E aí? Não comprei. Fiquei com dó de gastar dinheiro em anel.

Anel Rex is Gone, na Awesomme - todo um lance meio pedrita, né? Adoro anel enorme assim.
E aí? Achei muito pedrita pra mim, mas é lindo. Não comprei.

Camiseta Passarinho, na Farm – adorei o corte dela e a estampa. Gosto de camiseta com decote diferente nas costas.
E aí? Comprei. A Farm estava com uma promoção ótima: a partir de 3 peças, você tinha 50% de desconto na compra toda. Aproveitei e me joguei. Hehehe. Já chegou e adivinha? Me arrependi um pouco, ao vivo ela não é tão bonita.

Saia de malha listrada, na Farm – depois que comprei minha primeira saia longa, só quero dessas. É confortável, é bonito… só minha mãe e meu namorado que falam que fico parecendo crente. Hahah. Mas eu adoro.
E aí? Com 50% off, o preço ficou bem justo. Comprei, achando que não usaria ela agora porque ficaria apertada. Mas que nada, ficou ótima e a idiota aqui já usou e derrubou óleo bifásico nela. Tô confiando no poder do rosa pra tirar as manchas.

Camiseta Boyfriend Smiley, na Farm – camiseta nunca é demais. Grande e bonitinha então, nem se fala.
E aí? Já tá lá em casa, morando no meu baú da cama (cadê meu closet? ai ai). Usei junto com a saia e ela também foi atingida pelo óleo. :(

 Artic MestiçoLizard Patent, na Studio TMLS – sapato preto bonitão, com correntes e na promoção.
E aí? Não comprei porque pensei “onde vou usar isso?”. Aí lembrei que tenho a formatura do cunhado, entrei de novo e não tinha mais meu número. Tudo bem, acabei comprando um outro que eu tava sonhando, na Santa Lolla.

Naipe High Boot Black, na Studio TMLS – bota travesti coisa mais linda do mundo.
E aí? Viu o preço, meu amigo? Pra quê vou pagar tudo isso numa bota que eu nem ia ter lugar pra usar? Mas desejei, então entrou pra lista.

Jaqueta infantil Tattoo, na Tool Box – imagina a Pequena Buda nisso? E a Suicinha? Owwwwwwwn.
E aí? A tia tá pobre, não comprei. Mas fica a dica pra minha irmã e pras cunhadas, se elas quiserem comprar. Muito lindo!

Bota Almirante, na City Shoes - coturno digno, básico e bonito. E por um preço até que justo.
E aí? Não comprei. Já tenho um coturno preto, pra que outro agora?

Relógio de parede Vaca, na Housegift – Não tem timer no meu fogão e também não comprei nenhum avulso. Também não tenho relógio na cozinha ainda (mentira, tenho um imã de geladeira que é relógio, mas isso a gente ignora). E ainda é de vaca. VACA. Apaixonei.
E aí? Ainda não comprei, quero primeiro ter a cozinha montada, com tudo em seu lugar, pra ver se sobra um espacinho pra ele.

Box Gilmore Girls, no Submarino - Tenho as primeiras 5 temporadas, mas não resisto à um box.
E aí? Não comprei, né? O que eu ia fazer com as 5 primeiras temporadas repetidas?

Box de aniversário dos Friends, no Submarino - Esse box é lindo demais e eu não tenho nada de Friends, série que adoro.
E aí? No natal do ano passado fizeram a mesma promoção, então posso esperar pro natal desse ano, né? Aliás, esse box é uma das coisas que mais muda de preço. Ano passado, a cada dia tinha um desconto diferente.

Balança digital de vidro, no Walmart – Não tenho balança no apartamento e vai ser bem útil pro meu projeto novo.
E aí? Comprei, achei o preço justo. Só espero que seja boa (acho que ela chega hoje ainda).

Ralador de queijo em forma de guitarra, na Ideal Shop - Ô coisa bonita pra se ter na cozinha!
E aí? Não comprei. achei meio carinho.

Estojo para óculos, na Designn Maniaa – Útil pra quando você quer tirar os óculos e não tem onde guardar.
E aí? Uso os óculos o tempo todo, só tiro quando estou no computador (e deixo ele perto do teclado). Então pra mim não tem muita utilidade.

Xícaras de café Pássaros, na Designn Maniaa – Não tenho xícaras de café e essas são muito bonitinhas.
E aí? Não comprei, nem tenho cafeteira. Hahaha

Conjunto de café da manhã, na Coquelux – Caramba, que coisa linda esse pattern dele.
E aí? Já tenho canecas demais e também tenho onde comer sucrilhos. Não precisava, mas queria… dessa vez não comprei.

Peso de porta Matrioska, na Laris - Uma matrioskinha pra manter a porta aberta. Quem não quer?
E aí? Não comprei, mas quero muito. Ia ficar linda segurando minha porta do quarto, mas não tô podendo gastar tudo isso num peso de porta. Fala se ele não tá meio caro?

Pinguim cromado, na Laris - Já falei que tô começando uma coleção de pinguins de geladeira? Tenho dois por enquanto e esse aí é lindo!
E aí? Ficou pra depois, mas já consigo imaginar o maledeto bonitinho no meu escritório.

 

Pra mudar a vida

Sou a rainha da procrastinação, quando o assunto é meu peso. E minhas roupas. E minha conta bancária. Sei muito bem que tenho que mudar muita coisa, mas não mudo por pura preguiça. Simples assim. Fico naquelas de que se tô feliz, tá beleza. Só eu faço isso? Sempre penso que quando eu ficar triste por causa das coisas, aí mudo. Hahaha.

Agora que estou mudando minha vida (sair da casa dos pais e mudar de cidade muda bastante coisa na vida da gente, acreditem), resolvi que estava mais do que na hora de mudar antigos hábitos e coisas que me incomodam também. Tô em um período perfeito para mudar tudo o que tenho que mudar de uma vez, numa pegada total de vida nova. Então listei as quatro principais coisas que preciso mudar e que, de um jeito ou de outro, estão interligadas: meu peso, minha falta de roupas realmente legais, meu descaso com minha saúde e a magreza atual da minha conta bancária. Bolei um plano infalível e vou botá-lo em prática todo primeiro dia útil do mês aqui no blog. Vou contar o que foi bem, o que foi mal, etc, etc. Assim fico com vergonha se vier aqui contar que furei todo o esquema e sei que vocês vão acabar me incentivando a continuar porque vocês são TUDO UNS LINDO. :)

Então vamos aos problemas e às metas:

Peso de mamute

2005: rosto ossudo e cara de cansada. 2011: rosto trakinão.

O problema: quando me formei, em 2005, eu tinha 20 kg a menos que hoje. VINTE QUILOS. E olha, não era magra não. Sou daquelas que se ficar magra, fica estranha. Tenho ossos largos (hahaha. é verdade), rosto grande, quadril grande, perna grande, bunda grande, tudo grande. Só quero deixar de ser praticamente plus size para ser ok. E tô falando sério, minha meta não é usar calça 38 não. Me contento feliz com um 42. Sério.
A meta: perder 20 quilos 23 quilos, no máximo 25 28. Sim, estou botando um máximo.
Como: reeducação alimentar, exercícios, mudança total de hábitos.

Guarda-roupa lata de lixo

Foto: We<3it

O problema: sou mão de vaca, inclusive na hora de comprar roupas. Calma, não tô falando que só porque compro roupa barata, não é boa. Não acho isso não. O problema é que se eu experimento uma roupa que fica perfeita mas custa XX e uma que custa X e não fica lá essas coisas, acabo levando a mais barata. Aí o caimento não é tão bom, a roupa fica feia logo… tudo isso somado à mania de usar uma peça até ela ficar acabada faz com que meu guarda-roupa sempre dê um suspiro quando abro ele.
A meta: ter um guarda-roupa básico e recheado. Nada de peças que tenham que ser usadas com uma única combinação, nada de roupas que não possam ser misturadas. Se forem bem baratinhas, melhor ainda.
Como: Conforme for emagrecendo, vou botar metas para compra de roupas. E reformar as minhas que ainda estiverem boas. O resto, vai ser todo doado.

Odeio médicos

Foto: We<3it

O problema: acho um saco ir à médicos, então só vou quando alguma coisa dói ou incomoda MUITO. É, eu sei que tô errada.
A meta: deixar todas as consultas e tratamentos em dia, inclusive com o endocrino.
Como: marcando consultas, fazendo exames e usando todos os remédios e produtos que os médicos indicarem.

Conta bancária magrinha

Imagem: Harry Media

O problema: já fui muito gastadeira, já gastei mais do que tinha… mas aprendi a maneirar. Fiquei um ano sem comprar roupa, estou fazendo um ano sem comprar livros… mas me empolgo quando o assunto é o apartamento e sapatos. Então tá na hora de botar o pé no freio e parar de comprar tanta “frescura” pro apartamento (que nem são tão frescura assim, mas vocês me entenderam). A partir de agora só compro o necessário (até porque tem coisa bem carinha necessária ainda).
A meta: conseguir guardar de 15 a 20% do meu salário todo mês.
Como: colocando o escorpião no bolso. Vou reduzir as faturas dos cartões de crédito, parar de gastar com bobeiras… e abrir uma poupança.

.

Aí você me pergunta: qual a motivação? Vai ter regras? E recompensas?

Motivação pra emagrecer tem de monte, né? Sentar sem a barriga dobrar a cintura da calça, poder usar biquini (nem vou pra praia, mas gosto de saber que poderia usar biquini se quisesse, né), ter braços que não parecem mortadela… acho todos esses bons motivos. Pra juntar $$, tenho o melhor dos motivos: simplesmente por nunca ter me programado direito, nunca fui visitar a irmã na Europa. Precisa de mais? Para mudar o guardarroupa a motivação é bem simples: é só abrir o coitado e ficar horas tentando achar uma roupa mais bonitinha por lá.

As regras (que eu prefiro chamar de táticas):
1 - Nada de refrigerantes.
2 - Pote do pecado: todo o valor que eu usar com junkie food (ou doces, refrigerantes, engordativos em geral) terá que ser colocado igualzinho (até os centavos) dentro de um pote. Assim vou ter duplamente dó de comer gordices, já que além de calorias a mais, vai me deixar 2x mais pobre. Essa ideia roubei do Ivan.
3 - Fazer exercício pelo menos 3 vezes por semana. Pode ser meia hora de esteira, mas tem que ser alguma coisa.
4 - Postar todo primeiro dia útil do mês a minha evolução por aqui, com fotos (sempre com a mesma roupa).
5 - Retirar uma peça de roupa do guardarroupa a cada roupa nova comprada. O mesmo vale para os sapatos.
6 - Cortar os doces, ao máximo. Sei que preciso de doces para ser feliz (heheh), mas tenho que limitar o consumo. No máximo 3 vezes por semana, nos dias em que fizer exercícios.
7 - Fazer todos os exames solicitados e seguir os tratamentos.
8 - Só parcelar valores muito altos ou coisas que não posso esperar para comprar.

Sou do tipo de ser humano que precisa ter uma recompensa boa para tudo de chato que tem que fazer na vida. E sim, eu sei que fazer regime e parar de gastar vai ser chato.
1 - A cada quilo perdido, “ganho” um crédito de R$30 para gastar no que eu quiser.
2 - A cada cinco quilos, a prenda é de R$100 mas deve ser gasta em roupas.
3 - A cada dez quilos eliminados: uma tatuagem nova. Tenho três na fila, colegas. Assim tenho que me esforçar.
4 - Quando atingir a meta de -20kg: poderei gastar algumas centenas em roupas. Algumas, tipo umas 5. No máximo.
5 - Quando eu atingir uma poupança com o valor do meu salário, posso escolher alguma coisa que eu queira muito. Um notebook, uma câmera fotográfica semi profissional, minha penteadeira, a entrada de um carro. Aí, se eu quiser alguma coisa acima desse valor, junto até ter o valor total na poupança e mais uma sobra, antes de liberar a compra.

.

Então é isso. Segunda-feira apareço por aqui para dar uma geral do primeiro dia da mudança. Estou bem curiosa, porque me conheço bem. Espero manter a promessa.