paperheart

E o vestido de noiva?

Acho que essa foi uma das perguntas que mais tenho ouvido desde que comecei a contar pras pessoas que vou casar. No começo eu ficava sem graça de responder porque realmente não fazia ideia do que queria. Depois, ficava sem graça por dizer que não queria vestidos muito tradicionais. Aí depois desencanei e só respondo que ele já tá comprado. Hahaha.

Aproveitei que tinha uma pasta de vestidos favoritos lá no Pinterest (santa ferramenta, ajuda muito, né? Tenho boards secretos pra cada coisa e compartilho com as pessoas que vão ajudar a decidir ou a organizar, uma mão na roda!) e resolvi fazer um post pra mostrar vestidos LINDOS que me fizeram babar e que foram descartados na hora da minha decisão por motivos de: não ficava bem no meu corpo, era caro, ia demorar pra chegar, não era exatamente o que eu queria… a vontade é de ter vários corpos, vários cartões de crédito ilimitados e várias festas só pra poder usar todos, mas como não dá me contento em mostrar eles por aqui.

Elie Saab (AMO os vestidos dele, é o único estilista que me faria pagar o que cobram por um vestido de noiva sem dor no coração, mas né? Caro demais pra mim) |
Elie Saab (AMO os vestidos dele, é o único estilista que me faria pagar o que cobram por um vestido de noiva sem dor no coração, mas né? Caro demais pra mim) | Alexisveilbridal | Alexisveilbridal | Milamirabridal
vestidos-noiva-02
H&M | Dressily Me | BHLDN | Dressily Me
BHLDN |
BHLDN | Modcloth | Asos | BHLDN

Ah! O meu escolhido? Não está nesse post, mas depois do casório prometo mostrar. ;)

PS: Preciso definir uma hashtag pro casamento, assim consigo padronizar o título desses posts sobre o assunto por aqui. Doida por organização? Eu? IMAGINA!

aviso-paperheart-0311

Eu tenho taaaaanto pra lhe falar…

Maaaaaaaaaaano do céu, tenho muita coisa pra contar aqui. Eu poderia fazer mais um post de catado das melhores coisas dos últimos meses (e vou fazer, é claro), responder meme, resenhar os últimos livros que li… mas no momento a única coisa que penso em compartilhar com vocês é que EU VOU CASAR. Siiiiiim, meus amigos. 15 anos de namoro, quase 6 anos depois de eu ter ficado noiva e 5 anos depois da gente morar junto – VAMOS CASAR. Assim, com caixa alta mesmo, com vestido de noiva, padrinhos, cerimônia bonita, tudo a que temos direito. Essa era uma vontade antiga e sempre deixamos pra depois por termos outras prioridades, mas agora a vontade bateu mais forte e já marcamos data, avisamos a família e os amigos, já até comprei meu vestido. E como não falar disso por aqui, né? Esse blog é mesmo um diarinho meu, não quero deixar de registrar por aqui todo o processo do casamento. <3

Foto: Thay Rabello
Foto: Thay Rabello

Encontrar um lugar que nos agradasse foi o mais difícil. Queríamos um lugar bonito, com árvores e cara de rústico, mas não queríamos uma chácara ou sítio porque tinha que ser de fácil acesso para nossos familiares mais velhos. Um salão padrão, como é bem mais comum aqui no ABC Paulista, estava fora dos planos. Também tinha que acomodar bem nossos convidados que, apesar de serem basicamente só a família e os amigos mais próximos, são um grupo até que grande. Não poderia ter muita pompa, a comida tinha que ser boa e o preço tinha que ser honesto. Não sei se vocês andaram cotando valores de festa ou casamento nos últimos anos, mas os preços andam malucos. MALUCOS. E eu, boa mão de vaca que sou, não estava topando pagar o que o pessoal andava orçando pra mim. Comigo e com o Henrique é menos aquela coisa de “ah, é nosso sonho casar” e mais “ok, se a gente economizar X reais aqui, podemos gastar em viagem”. Tipo isso. Hahaha. Queremos um casamento gostoso, bonito e a nossa cara, mas não queremos gastar só pra ter o celebrante da moda ou os docinhos que todo mundo diz que são maravilhosos (mas na verdade só são chiques mesmo).

Desde o ano passado eu andava procurando e entrando em contato com lugares que a gente gostava e até julho desse ano nada tinha nos agradado totalmente. Foi numa dessas que encontrei no Google um buffet que achamos legal, pedi orçamento e o valor nos agradou mais ainda. Fomos conhecer, gostamos mais ainda. Negociamos algumas coisas, fechamos em agosto e pronto, data marcada. A data era uma coisa bem importante pra gente, já que queríamos que fosse no dia do nosso aniversário de namoro (pra quê criar mais uma data pra ter que lembrar, né?). Desde então eu tô vivendo essa vida de planilhas, orçamentos, pesquisas, reuniões… te dizer que é cansativo e ocupa um tempo do caramba, mas é uma delícia. Toda a identidade visual está sendo feita por mim, então também botei a mão na massa pra fazer o save the date, os convites de padrinhos… nada muito elaborado, mas tudo bem bonitinho (cadê modéstia?). Tô tão feliz com essa parte que vai render post só sobre isso assim que eu entregar todos os convites de padrinhos. ;)

Fazia muito tempo que eu não pesquisava nada sobre casamento e as referências que eu tinha salvas aqui são de anos e anos e eu já nem achava que elas combinavam com a gente, então estava um pouco perdida. Minha sorte foi que a Dani também tá organizando o casamento dela e acabou me dando umas dicas, me falando de alguns eventos, me apresentando blogs novos e até em um grupo de noivas entrei por causa dela. Já consegui decidir, pesquisar e encontrar muita coisa através dessas dicas da Dani. <3

Além da Dani, a assessoria perfeita caiu no meu colo. Sério, ter encontrado a Carol e a Marô da Paper Heart só pode ter sido um presente do Deus do Casamento. Haha. Eu e o Henrique fomos em um evento realizado pelo Noiva Ansiosa e uma menina me chamou de canto, falando que lia o blog há anos e adorava. Conversa vai, conversa vem e a Carol diz que é assessora – justamente o tipo de serviço que eu estava procurando naquela semana! Marcamos reunião, adorei e fechamos. Além do casamento a parceria vai render outro evento, mas isso fica pra eu falar depois. Ha! :D

Enfim… é isso. Achei que esse post ia ser pequenininho, só pra eu contar mesmo sobre a novidade, mas me empolguei e falei muito. Ooops!

aviso-paperheart-0311