cidade

Project 365: #121 a #127

As imagens da semana vem atrasadas porque a espertona aqui esqueceu o cabo da câmera ontem. Ha!

#121 – 02/05/2011

Trabalhei sábado e domingo, o dia todo. Aí no domingo, quando saí da agência fiz alocka e me acabei na loja de sapatos: comprei a sapatilha preta que tava querendo fazia tempo, um coturno (não tinha bota preta, tava precisando de uma agora pro inverno) e não resisti à essa outra sapatilha, de lacinho. Na segunda-feira usei logo a cinza e ó: assassina de pés. Tive até que comprar uma  havaianas porque não tava aguentando a dor. Então vou é colocar um monte de jornal molhado dentro da bicha pra ver se ela laceia um pouco, antes de usar a próxima vez.

.

#122 – 03/05/2011

Pobre compra as coisas e quer usar tudo o mais rápido possível, né? Então terça-feira foi dia do coturno passear na rua. Adorei, mas tenho que confessar que me sinto um pouco a princesa Mia de saia/vestido + coturno.

.

#123 – 04/05/2011

Todo mundo fala que São Paulo é só concreto, não tem natureza… aí tô andando na rua e pá: um galo andando pertinho de mim. Hahahahha

.

#124 – 05/05/2011

Por do sol coisa mais liiiiinda.

.

#125 – 06/05/2011

Comecei a sexta-feira super bem: meu irmão chegou mais cedo lá em casa e consegui passar uns minutinhos com a Bia. A foto do dia seria outra, mas eu sei que vocês gostam da Pequena Buda, então fotinho dela. :)

.

#126 – 07/05/2011

Sábado foi super corrido, mas o que eu mais queria fazer era isso: mandar para a restauração minha geladeira da década de 40. Agora é só esperar um pouco mais de mês pra ver o quanto ela vai ficar linda.

.

#127 – 08/05/2011

No sábado o Henrique teve o primeiro ataque de tio coruja consumista: viu esse par de All Star na vitrine e TEVE que comprar pra Bia. Hahahha. Tá meio grandinho ainda, mas acho q em uns 2 meses já serve.

456 anos de Santo André

Hoje é aniversário da minha cidade queriiiida, Santo André. Resolvi fazer um post sobre a cidade porque acho que muita gente não conhece ou só ouviu falar dela por causa do assassinato do Celso Daniel ou do caso da Eloá.

santoandre

 

Moro aqui desde que nasci e por isso mesmo tenho uma ligação afetiva enorme com a cidade. Já andei por todo canto, sei de cor o centro da cidade… e acho uma delícia essa cara de interior que a cidade manteve.

Santo André fica no ABC Paulista (bem próximo à Capital),  tem quase 700 mil habitantes e cresceu graças à indústria automotiva (mesmo que hoje quase todas as empresas desse segmento tenham fechado). Hoje o comércio é o forte da cidade – é a cidade do ABC com mais shoppings, a primeira a receber algumas grandes redes de lojas… resumindo: por aqui o povo gasta muito.

A vida noturna de Santo André é mais frequentada por adolescentes (que papai ainda não deixa ir para São Paulo), casais mais velhos e pouca gente de 20/25 anos. Eu normalmente só fico em Santo André para ir aos restaurantes, que são ótimos e normalmente têm preço justo.

Uma coisa que muita gente não sabe é que Paranapiacaba pertence à Santo André. O distrito histórico foi construído pelo e para os funcionários da companhia inglesa de trens São Paulo Railway, enquanto a estrada de ferro era construída. Dizem que o clima do lugar é bem parecido com o da Inglaterra e que por isso os ingleses resolveram fazer ali a cidadezinha para os funcionários.

paranapiacaba

Paranapiacaba é linda, adoro e se você for conhecer vá no inverno: é MUITO frio, a neblina baixa logo cedo, dá a maior cara de filme de terror. No Wikipédia tem um verbete explicando bastante sobre o lugar, ótimo pra deixar vocês com vontade de conhecer!

 

.

Pra saber mais: Prefeitura Municipal de Santo André, Wikitravel Santo André e Guia Paranapiacaba.

Fotos: Charline Messa, Versurix e Wikipédia.