televisão

Clica aí, colega! #25

Oi, continuo viva!
Sumi porque estou tentando botar ordem na casa para viajar por algumas semanas em dezembro. Tenho que adiantar alguns trabalhos, organizar outros, organizar a viagem… tô tendo muita ajuda na parte da viagem, mas mesmo assim ainda tem muita coisa para decidir, pesquisar e comprar. Tô aqui na torcida para conseguir fazer isso na semana que vem e aí voltar a postar mais por aqui. Enquanto isso, só tenho links legais para compartilhar com vocês. ;)

Antes de tudo, vem cá ver que linda a carta que a mãe adotiva da Brooke escreveu para ela no dia em que a criança chegou à sua casa e deu para ela ler no dia do seu casamento. A história toda tá lá no Casarei.

links-semana-25a

– E se os alunos de Hogwarts usassem o Instagram? Essas ilustrações da Vitoria Bass estão fantásticas!
– Deixar recados escondidos entre as páginas dos livros de Harry Potter, incentivando e contando para os novos leitores o que os livros mudaram na sua vida. Essa é a ideia da campanha Potter it Foward, achei sensacional. Você pode saber mais aqui no site da Galileu.
– O que são essas ilustrações de O Mágico de Oz que Lorena Alvarez fez e a Gabi mostrou? :O
– Duvido que alguém aqui tenha passado pela infância ser ler pelo menos um volume da Coleção Vaga-Lume. Adorei saber que a coleção está ganhando cara nova e não deixaram de fora nem o mascote Luminoso. Lá no Estadão dá para ver um pouco.
– 36 anos depois do lançamento de Warriors, como os atores estão? Como seria refazer o sequência clássica em que a gangue vai de metrô para Coney Island hoje? Vai lá no Vírgula ver como foi.

links-semana-25b

– Quando a MTV Brasil antiga acabou, até fiz um post. Aí essa semana dei de cara com esse texto no Brainstorm9 quando a Aninha o compartilhou no Facebook e fiquei morrendo de saudade. O texto é antigo, mas é muito bom. Quem era adolescente nos anos 90 não passou ileso à revolução que o canal foi na forma de se comunicar com o público.
– Acho lindo ver que cada vez mais e mais mulheres estão amando o cabelo que tem, independente de como os outros esperam que elas tratem ou cuidem deles. Se você é dos que acredita que se amar e amar o próprio cabelo não é um fator importante na vida das pessoas, leia esse post da Denise, por favor.
– Eu amo o Snapchat, mas ultimamente não tenho tido muito tempo para ficar xeretando a vida de quem eu sigo por lá. Esse texto da Camies traduz todos os motivos de porque gosto tanto da rede social. Tem perrengue, tem casa desarrumada, tem cara de sono, tem tudo isso junto e misturado. Ah! E se você ainda não me segue por lá, me adiciona: anacaroamaral. ;)
– Uma das coisas mais lindas de Buenos Aires é a arquitetura. Fiquei louca de vontade de voltar pra lá e fazer esse tour pelas construções Art Nouveau da cidade, dica do Aqui me quedo.
– Ainda falando de arquitetura e viagem: O QUE É ESSA IGREJA NA BÉLGICA? Vai lá no Razões para Acreditar ver mais ângulos, que coisa fantástica!

Clica aí, colega! #6

Nunca tinha ouvido falar de Meghan Trainor, nem da música hit da moça e aí vi essa apresentação no X-Factor e resolvi procurar quem era a cantora original. Achei e viciei, então toma musiquinha chiclete e divertida pra você:

links-semana-5a

– Já aproveito o tema da música para falar que adorei esse post no Beleza Sem Tamanho, com dicas para evitar o atrito entre as coxas. Só quem é coxuda sabe o drama que é fica de coxa assada. :(
– Se tem um reality show que é o mais puro creme do amor é RuPaul’s Drag Race. Se você nunca assistiu, corre e se vicia porque é muito legal. E nesse post da Polly tem um catado de ensinamentos importantes de Mamma Ru e suas drags.
– Não conheço o Nordeste, mas tenho vontade de ir. O que atrapalha? Os preços, que geralmente são muito altos. Depois desse post da Nary com 5 razões para conhecer o Nordeste, fiquei querendo ir ainda mais.
– Ainda não falei por aqui sobre meus dias em Berlim, mas desde que li essa notícia sobre o muro ser “reerguido” com balões a cidade não me sai da cabeça. Já até sonhei que estava lá de novo. Êta cidade maravilhosa! <3
– O Drungli é um site para você escolher sua próxima aventura. Você pode procurar vôos e hospedagem à partir de uma data (sem escolher para onde) ou de um lugar (sem especificar a data). Ele te mostra os melhores valores de passagens, dá dicas das cidades… pena que não funciona para vôos saindo do Brasil. :/

links-semana-5b

– Hoje é Halloween, a juventude toda vai sair fantasiada… e eu achei que esse post da Bruna tem algumas ideias legais para fantasias em grupo. Super Mario, Teletubbies, M&M’s, princesas Disney e até redes sociais! Êta povo criativo!
– Saiu em tudo quanto é blog sobre o lançamento dos Keds em parceria com a Quem Disse Berenice e eu tô aqui desejando fortemente um verde ou um roxo com glitter. Nesse post da Luli dá para ver todas as cores.
Bonecas com corpo humano e cabeça de animais, que não ficam parecendo saídas de um filme de terror. Esse post da Renata tá pura fofura!
– Acho acampamento de férias uma coisa muito divertida para crianças e adolescentes. Se for para meninas que querem (e vão) aprender a tocar instrumentos para ter sua banda de rock’n’roll, acho mais divertido ainda. Essa é a ideia do Girls Rock Camp BrasilAqui no Lugar de Mulher dá para saber um pouco mais sobre o projeto de trazer esse acampamento para o Brasil.
– Saber que existe um hotel em Londres com decoração inspirada em Harry Potter foi um pouco demais para o meu coração de trouxa.

Andei lendo: Querido e Devotado Dexter | Jeff Lindsay

Como achei o primeiro livro da série fraco, não tinha muita esperança para esse. Me enganei um pouco.

Somente o primeiro livro corresponde à série de TV. A partir desse segundo, as histórias são totalmente diferentes (embora algumas coisas lembrem outras que aconteceram na TV). Aqui, Dexter está sob vigilância do Sargento Doakes (não disse que tem coisa que se parece?) e não consegue ter tempo livre para matar. Isso o deixa maluco e o faz fingir uma vida pacata enquanto não consegue pensar em um jeito melhor de se livrar do chato do Doakes.

Nesse meio tempo, um médito louco começa a amputar até quase a morte alguns caras que eram do exército e fizeram alguns trabalhos em El Salvador. A sorte de Dexter: Doakes era um desses caras. O azar: ele não faz a mínima ideia de como fazer o cara pegar Doakes.

Achei a história interessante, essa coisa de médico louco me deixou curiosa para saber quem e o que ele iria amputar em seguida. A parte chata é que o Dexter fica mais burro ainda nesse livro, cansa um pouco. O final também é chatinho, um tanto quanto simples demais. Mesmo assim, achei melhor que o primeiro livro.

Preço: R$30,90 no Submarino