pessoas

People are equal

Uma das coisas mais legais de se trabalhar em agência de publicidade é que, obviamente, você conhece muitos outros publicitários. E publicitário, meus queridos, é um ser que sempre tem ideias. Seja para ajudar o cliente a vender mais, seja para sacanear o colega de trabalho que saiu de férias (been there, done that). Conhecer publicitários com a mente fervilhante é gostoso porque vira e mexe algum amigo te mostra um novo projeto pessoal que realmente vale a pena ser conhecido. E é aqui que entra o People are equal.

people-are-equal-01

Criado pelos publicitários Tiago Abreu e Linus Ora, o projeto confronta o que é sugerido pelo Google com o recurso auto-completar nas buscas sobre povos de diversos países com imagens reais de pessoas daquele país. O Google cria essa sugestões de auto-completar baseado no que as pessoas escrevem no campo de busca e, o que choca, é que a maioria das sugestões é pejorativa, racista ou realmente estereotipada. E o que as fotos mostram? Um povo bem diferente daquele que o Google sugere, é claro.

people-are-equal-02

Mais de 20 fotógrafos pelo mundo já cederam fotos para o projeto, que é sem fins lucrativos. Por enquanto são 40 retratos publicados, mas a ideia é que a biblioteca só aumente.

Quando o Tiago me mostrou esse projeto dele, adorei. Gostei principalmente por ter tantas nacionalidades diferentes e quebrar um pouco até do que eu imaginava desses povos. Um tapinha na nossa cara, pra mostrar que a gente pode sem ter muitos preconceitos onde nem acha que tem.

people-are-equal-03

people-are-equal-04

 

BEDA-2015