marcas

As 10 coisas mais legais de junho de 2015

O melhor mês do ano sempre rende muuuuita coisa legal. <3

melhores-junho15a

05/06/2015 – Uma das minhas amigas de infância fez aniversário bem no meio do feriado e a gente se juntou aqui em casa pra fofocar e comer muuuuito. Olha essa gelatina, que linda! E o bolo lá do fundo não ficou atrás, tava uma delícia! :9 | 11/06/2015 – Eu, Ju, Rebeca, Erica e Julio fomos à Bio Brazil Fair. Feiras desse tipo são super cansativas, mas quando a gente tem a companhia certa é uma diversão. Morro de rir quando estou com esse povo. :D

melhores-junho15b2

17/06/2015 – O dia mais legal do anooooo! Hahaha. Meu aniversário é meu dia favorito no ano e, dessa vez, foi bem diferente de qualquer outro anterior. A maior diferença foi que passei praticamente o dia inteirinho sozinha, já que tinha alguns trabalhos para entregar e o Henrique estava fazendo um freela em São Paulo. Mesmo assim aproveitei super bem. Ganhei um desenho liiindo da Miche, tive o cinema todinho só pra mim e de noite cantei parabéns com os amigos em um restaurante. | 20/06/2015 – Eu queria ter feito uma festinha de aniversário ano passado, quando completei 30 anos. Como não rolou, esse ano reuni a família e alguns amigos para um arraial. Foi uma delícia organizar e decorar tudo, eu tirei um mooonte de fotos para postar a decoração aqui no blog e, quando fui descarregar a máquina, percebi que a câmera estava no modo manual e eu, na correria, tirei fotos super escuras e nem vi. Fiquei triste, mas o que importa mesmo é que o dia foi uma delícia, cheia de gente que amo. <3

melhores-junho15c

21/06/2015 – Dia cheio: no almoço teve festa de 3 anos da minha sobrinha Mari (tooooooda apegada ao armarinho da Peppa que ganhou) e depois fui com o Henrique conferir a Mostra Black, que esse ano rolou na Oca. A mostra de decoração já teve edições maiores, mas tinha uns ambientes bem legais. Eu me apaixonei por essa parede texturizada, LIIIINDAAAA. :O

melhores-junho15d

23/06/2015 – Tive uma reunião logo cedo em São Paulo e aproveitei para resolver várias coisas por lá. Já que estava na Sé, resolvi ir até a Liberdade para matar a saudade da Bakery Itikiri. Escolhi o que como sempre: pão assado no vapor, suco pobá e doce de feijão. Matei a vontade! :9 | 25/06/2015 – O pessoal da Decathlon convidou o Corre Mulherada para viver uma experiência abaixo de zero e eu e a Ju fomos representar o blog. Vestimos a nova jaqueta da marca e entramos em um contêiner com temperatura abaixo de zero. Eu AMEEEEI a experiência. Acho que fui feita para viver em cidades frias mesmo, viu? Hahaha.

melhores-junho15e

27/06/2015 – Outro dia agitado! De manhã foi o batizado da Rebeca e agora, oficialmente, sou a madrinha de Consagração da pequena mais bolotinha-deliciosa do ano. <3 De noite tive aniversário de outra amiga de infância (somos em 5 e 3 – incluindo eu – fazem aniversário em junho!). Foi churrasco e bolo o dia inteirinho! :9

Testando o Lev da Saraiva

Sempre tive muita curiosidade em testar um leitor digital de livros. Pensava muito em comprar um, mas minha grande dúvida sempre foi se eu me adaptaria à leitura fora do papel. Já havia tentado ler no celular e no computador, mas minha vista sempre ficava cansada muito rápido e tirava o prazer de ler. Mesmo sabendo que leitores digitais têm luminosidade pensada para se parecer com o papel, ficava ressabiada.

review-lev-saraiva

Achei o máximo quando o pessoal da Saraiva me enviou o Lev para testar porque finalmente eu iria poder ver se me adaptava ou não à esse jeito moderno de ler. O modelo que recebi é o top de linha, com iluminação de LED.

Informações ténicas

review-lev-saraiva3

O Lev tem 12×16,6cm e 0,9 cm de largura. É bem fininho e leve, pesando 190gr. Tem tela de 758x1024px, wi-fi, tela antirreflexo, entrada para cartão MicroSD e é touch-screen. A capacidade e de até 4.000 títulos e a bateria dura semanas. Funciona como leitor de PDF. A bateria é recarregada através de uma porta USB. A extensão usada para os arquivos de livros é .epub.

Variedade de livros e capas

review-lev-saraiva4

Toda a compra de livros só pode ser feita pela loja da saraiva, o que já era de se esperar. A seleção de livros é bem extensa e tinha tudo o que procurei. Há a sessão de livros em oferta, com alguns achados mais antigos a partir de R$6. Todos os dias um livro mais atual entra em oferta, por 24h, geralmente por R$9,90.

A lista de livros atuais, fora de promoção, tem um preço um pouco acima do que eu esperava. Os livros do John Green, por exemplo, começam em R$16,90. Achei um pouco caro, considerando que encontramos facilmente uma cópia impressa do mesmo livro pelo menos valor (considerando que na cópia digital a editora não tem todo o gasto com papel, impressão, estoque e transporte que tem na cópia impressa).

A sessão de livros gratuitos tem livros antigos e/ou clássicos, como A Metamorfose e a Pátria de chuteiras. Também tem bastante títulos de auto-ajuda e alguns livros mais atuais e de autores menos famosos.

Além disso, quando você entra pela primeira vez na loja Saraiva pelo Lev, recebe alguns livros grátis. Você não consegue escolher os livros, é um pacote fechado e surpresa. Por sorte, um dos que vieram no pacote que recebi estava na minha lista de desejos há tempos.

As capas oficiais também são vendidas pelo site da Saraiva, em três opções de cor (preto, rosa e azul) e custam R$79,90. Pesquisei no Mercado Livre e por lá o preço é mais amigo: R$39,90.

O que achei

review-lev-saraiva2

Li apenas um livro inteiro com o Lev, mas o levei para tudo quanto é canto. No começo fiquei com medo de tirá-lo da bolsa no trem e metrô, mas o medo passou quando vi que agora é comum ver pessoas com seus leitores digitais no transporte coletivo. Ninguém me olhou estranhando ou me deu impressão de que queria roubá-lo. Ponto pra sociedade! Hahaha.

O fato dele ser leve é muito bom. Colocava na bolsa e ele não pesava quase nada, uma benção depois de uma vida toda com dor no ombro no final do dia por carregar livros pesados.

O reflexo na tela realmente não existe e a luz é super útil para ler deitada na cama, de noite. É forte o suficiente para você ver bem a tela, mas não para acordar quem está dormindo do teu lado. Testei isso, li um tempão enquanto o Henrique dormia e ele nem notou a luz. Fora que é muito mais confortável ler na cama segurando o “livro” com uma só mão.

A navegação toda é feita através do único botão do aparelho. Super simples pra quem tá acostumado com o iPhone e o iPad que também seguem o mesmo sistema.

No começo não me dei muito bem com o touch-screen, não conseguia passar as páginas direito. Foi só acostumar, depois que peguei o jeito não tive mais problemas. Enquanto procurava livros na loja, também tive alguns problemas de clicar e a tela não mudar, talvez porque estava dando um toque muito sutil na tela.

A bateria não durou tanto tempo. Depois dos dois primeiros dias de uso, tive que recarregá-lo, o que achei normal já que todo aparelho eletrônico vem com pouca bateria de fábrica. Também recebi a dica de desligar o wi-fi, que consome mais bateria. Também peguei o costume de desligar a luz quando estava lendo em ambiente claro e não precisava dela. Depois de uma semana e meia de uso, lendo por uma hora quase todos os dias, precisei recarregar novamente. Conclusão: a bateria não dura tanto assim, quando li que durava semanas imaginei que durasse pelo menos por duas semanas inteiras.

Passar arquivos em PDF para o aparelho é super simples. Basta conectá-lo ao computador e permitir que o computador tenha acesso aos arquivos que estão nele. A leitura de PDF também é super tranquila, igual à dos arquivos de livros .epub.

Terminei o teste querendo um leitor digital o quanto antes, me apeguei ao bichinho e foi duro devolvê-lo. </3

Preço: R$299 (sem luz) ou R$479 (com luz)
Mais informações: Site oficial

Presente de rainha

Já falei muito por aqui do Noivices e do Plastic Fantastic, mas acho que nunca contei que já faz um bom tempinho também faço parte da equipe do blog da Ilhabela, onde sou uma das Queens da marca. Não sei como deixei isso escapar, mas agora tenho motivo de sobra pra falar.

Hoje chegou de surpresa um super presente da Ilhabela, em agradecimento por ser Queen (oi? ganho o título de rainha e ainda me agradecem por isso!).

Sapatilha, camiseta e "crachá"
Sapatilha, camiseta e “crachá”

 

.

Detalhe da sapatilha: exclusiva para Queens.
Detalhe da sapatilha: personalizada para Queens.

.

No pé: muito fofa.
No pé: muito fofa.

 

O blog é feito por várias meninas, de todas as idades e localidades. É bem legal, vai lá conhecer. ;)

Ah! E pras meninas que querem participar do concurso Eu amo minha Night lá no Plastic Fantastic.. corre porque o prazo acaba nessa sexta-feira!