livros

Clica aí, colega! #25

Oi, continuo viva!
Sumi porque estou tentando botar ordem na casa para viajar por algumas semanas em dezembro. Tenho que adiantar alguns trabalhos, organizar outros, organizar a viagem… tô tendo muita ajuda na parte da viagem, mas mesmo assim ainda tem muita coisa para decidir, pesquisar e comprar. Tô aqui na torcida para conseguir fazer isso na semana que vem e aí voltar a postar mais por aqui. Enquanto isso, só tenho links legais para compartilhar com vocês. ;)

Antes de tudo, vem cá ver que linda a carta que a mãe adotiva da Brooke escreveu para ela no dia em que a criança chegou à sua casa e deu para ela ler no dia do seu casamento. A história toda tá lá no Casarei.

links-semana-25a

– E se os alunos de Hogwarts usassem o Instagram? Essas ilustrações da Vitoria Bass estão fantásticas!
– Deixar recados escondidos entre as páginas dos livros de Harry Potter, incentivando e contando para os novos leitores o que os livros mudaram na sua vida. Essa é a ideia da campanha Potter it Foward, achei sensacional. Você pode saber mais aqui no site da Galileu.
– O que são essas ilustrações de O Mágico de Oz que Lorena Alvarez fez e a Gabi mostrou? :O
– Duvido que alguém aqui tenha passado pela infância ser ler pelo menos um volume da Coleção Vaga-Lume. Adorei saber que a coleção está ganhando cara nova e não deixaram de fora nem o mascote Luminoso. Lá no Estadão dá para ver um pouco.
– 36 anos depois do lançamento de Warriors, como os atores estão? Como seria refazer o sequência clássica em que a gangue vai de metrô para Coney Island hoje? Vai lá no Vírgula ver como foi.

links-semana-25b

– Quando a MTV Brasil antiga acabou, até fiz um post. Aí essa semana dei de cara com esse texto no Brainstorm9 quando a Aninha o compartilhou no Facebook e fiquei morrendo de saudade. O texto é antigo, mas é muito bom. Quem era adolescente nos anos 90 não passou ileso à revolução que o canal foi na forma de se comunicar com o público.
– Acho lindo ver que cada vez mais e mais mulheres estão amando o cabelo que tem, independente de como os outros esperam que elas tratem ou cuidem deles. Se você é dos que acredita que se amar e amar o próprio cabelo não é um fator importante na vida das pessoas, leia esse post da Denise, por favor.
– Eu amo o Snapchat, mas ultimamente não tenho tido muito tempo para ficar xeretando a vida de quem eu sigo por lá. Esse texto da Camies traduz todos os motivos de porque gosto tanto da rede social. Tem perrengue, tem casa desarrumada, tem cara de sono, tem tudo isso junto e misturado. Ah! E se você ainda não me segue por lá, me adiciona: anacaroamaral. ;)
– Uma das coisas mais lindas de Buenos Aires é a arquitetura. Fiquei louca de vontade de voltar pra lá e fazer esse tour pelas construções Art Nouveau da cidade, dica do Aqui me quedo.
– Ainda falando de arquitetura e viagem: O QUE É ESSA IGREJA NA BÉLGICA? Vai lá no Razões para Acreditar ver mais ângulos, que coisa fantástica!

Andei lendo: O dia em que b apareceu | Milu Leite

dia-b-apareceu01

Eu nunca tinha participado de um Book Tour e, sinceramente, nem sabia que isso existia. Aí recebi o convite da Juh Claro para participar de um e quando soube que era simplesmente ler um livro escolhido por ela, em um tempo determinado e envia-lo para a próxima pessoa da lista, animei. Achei uma dinâmica legal e como o livro era infanto-juvenil, topei na hora. Esse ano estou bem focada em terminar o desafio literário, mas achei que não faria mal ler um livro só fora dele, já que esse título não se encaixou em nenhum tópico que eu tenho que cumprir.

Bernardo é um menino super inteligente e precoce. Escreveu um livro ganhador de concurso, teve todos os holofotes voltados para ele e, com isso, chamou a atenção de uma universidade que o convidou a ser seu aluno. O trato com a faculdade é bem simples: que ele estude lá mas entregue um outro livro escrito em pouco tempo. Só esse fato já poderia ser considerado um pouco de pressão demais, não fosse dois detalhes: Bernardo é muito mais novo do que seus colegas de classe (no livro não falam exatamente a idade dele, mas chuto algo entre 13 e 15 anos) e não tem muito traquejo social, o que o faz sofrer bastante por não saber lidar direito com outras pessoas.

Como todo gênio, Bernardo é excêntrico. Escolheu seu chamado apenas de “b” (com letra minúscula e fonte Verdana, por favor), acha que todos os outros são idiotas e/ou burros demais para ele e não consegue estabelecer nenhum relacionamento de verdade além do que tem com sua avó e seu cachorro. Sinceramente? Ele me lembrou um Sheldon Cooper novinho, extremamente confiante de sua inteligência e ao mesmo tempo extremamente inseguro de si. Não consegui pegar muito carinho pelo personagem, na maior parte do tempo eu só o achei um adolescente metido.

Os personagens dos livros de b são inspirados em um grupo de 4 amigos que sempre se encontram em frente ao seu prédio, que ele nem conhece e adora observar. Aliás, a paixonite dele é a menina do grupo, de quem ele nem sabe o nome. Nos livros, Dora, Farelo, Hipotenusa e Felipe são amigos desde sempre e vivem grudados. Curiosos, eles desvendam mistérios, descobrem histórias e enchem o saco um do outro o tempo todo. Adorei o grupo, achei divertido.

dia-b-apareceu02

O livro é um misto entre a história de b e de seus personagens, podemos ir lendo a história do grupo de amigos enquanto b a escreve. Achei essa dinâmica bem legal, imagino que seja uma novidade para uma criança que esteja lendo o livro. A diagramação e as ilustrações estão ótimas, dão todo um charme. <3

No geral, achei a leitura interessante. Claro que não sou o público do livro, mas mesmo assim me diverti. Como o livro é bem curtinho, fiquei com a sensação de que o final da história poderia ser melhor explicado e explorado, mas de novo: isso porque sou adulta, provavelmente para uma criança prolongar o final não fosse necessário mesmo.

Preço: R$ 34,20 na Cia. dos Livros.

booktourjuhclaro

Andei lendo: Garota Exemplar | Gillian Flynn

garota-exemplar

Sempre tive curiosidade de ler Garota Exemplar, só pelo nome. Nunca tinha lido resenha dele ou procurado saber mais e jurava que era um livro água com açúcar, bem tipo Nicolas Sparks. Hahaha. Só quando saiu o trailer do filme, lançado no ano passado, que descobri que era uma história de mistério. Fiquei com mais vontade ainda de ler, adoro livros de crimes. :)

Nick e Amy Dunne se conheceram em Nova Iorque, casaram e tinham uma vida fabulosa por lá. Isso até ambos perderem o emprego, a mãe de Nick ficar doente e eles resolverem se mudar para a cidade natal de Nick, no interior do Mississippi. A ideia da mudança veio em uma época em que a relação dos dois já não estava tão bem e só ajudou a piorar tudo.

No aniversário de cinco anos de casamento, Amy desaparece. Os móveis da sala indicam que houve uma briga, o ferro de passar roupa ligado na tomada indica que Amy não tinha intenção de sair de casa e a presença de marcas de sangue no local mostram que ela foi ferida antes de ser tirada de casa. Ao longo da investigação, a falta de álibi e a relativa calma de Nick faz com que ele se torne o suspeito número um de ter assassinado a esposa.

Os pais de Amy são autores de uma série de livros infantis muito famosa, escrita desde a infância da filha. No livro, Amy Exemplar é sempre a aluna, amiga e filha perfeita, fazendo escolhas certas, levando uma vida correta e sendo querida e amada por todos. É com essa pressão que a Amy verdadeira cresce, é a esse padrão que ela sente que tem que corresponder. Por causa disso, o sumiço de Amy se torna uma febre nacional, com programas e programas dedicados ao assunto.

O livro todo é narrado por Nick e Amy e, mais para o final, acabamos descobrindo que uma das narrativas estava nos enganando o tempo todo. Achei muito interessante toda essa construção, realmente me surpreendeu. Também fez com que eu fosse alternando minha torcida, hora desejando que Amy ainda estivesse viva e hora achando que ela era uma chata, tinha que estar morta mesmo. Hahaha.

Quero muito assistir ao filme, mas ainda não deu tempo. Achei ótima a escolha de Ben Affleck e Rosamund Pike para os papéis principais, mas confesso que já imaginava os personagens com a cara deles enquanto lia, por causa do trailer. :X

Preço: R$ 22,41 no Submarino.

Este livro me ajudou a cumprir o item 04 do 2015 Reading Challenge.

BEDA-2015