leituras

Dia 18: Um poema

Adoro ler, mas poema é uma coisa que nunca consegui gostar. Acho meio chatinho, não me empolga… sendo assim, o único poema que gosto é bem bobinho e de um filme que adoro:

I hate the way you talk to me
And the way you cut your hair
I hate the way you drive my car
I hate it when you stare

I hate your big dumb combat boots
And the way you read my mind
I hate you so much that it makes me sick
It even makes me ryhme

I hate the way you’re always right
I hate it when you lie
I hate it when you make me laugh
Even worse when you make me cry

I hate the way you’re not around
And the fact that you didn’t call
But mostly I hate the way I don’t hate you
Not even close, not even a little bit, not even at all.

É isso mesmo, o poeminha de 10 coisas que eu odeio em você. hehe

Ai ai, Heath. <3

Dia 04: Seu livro favorito

Mais uma difícil, hein? Caramba.

Vou ter que soltar a nerd que existe em mim, não surpreender ninguém e falar que toda a série Harry Potter tem um lugar privelegiado em meu coração. Foram anos e anos de espera, de suposições, de vontade de ir pra Hogwarts (não, peraí, essa vontade ainda existe).

Já reli todos pelo menos uma vez (sempre antes da estreia dos filmes, pra refrescar a memória) e está nos meus planos reler todos os sete, de uma tacada só. Fora que SONHO com esse box aí ao lado. Alô Rocco, cadê um box especial com toda a série com capa dura, hein?

Sou fã da Dona JK. Vai dizer que vocês ainda não sabiam? ;)

.

.

.

Andei lendo: Confissões de uma groupie: I’m with the band – Pamela Ders Barres

imagemdll

Foi o segundo livro que peguei no Trocando Livros.. estava querendo ler há muito tempo.
O livro foi escrito por Pamela Des Barres, uma das groupies mais famosas de todos os tempos e  inspiração da Kate Hudson em Quase Famosos, foi amiga e amante de vários ícones do rock dos anos 70 e 80.
Não sei se já falei por aqui, mas adoro uma história real. Se for uma biografia bem feita, então.. já me ganha logo de cara. Confissões de uma groupie é assim, escrita pela própria groupie que apesar de ter envelhecido continua apaixonada pelos rockeiros que encontrou pela vida. Tem detalhes, impressões e confissões bem interessantes. Uma das minhas partes favoritas é quando ela conta sobre os relacionamentos que teve com Jimmy Page (Led Zeppelin) e com Mick Jagger (Rolling Stones).
Nunca fui muito fã do rock dos anos 70 (salvo Janes Joplin, que é rainha), mas simpatizei muito com a história da Pamela: muito amor livre, paixões arrasadoras e drogas. O livro acaba quando ela conhece Michael Des Barres, sossega e se casa.
Fiquei bem curiosa para ler Take another little piece of my heart: A groupie grows up (a continuação de Confissões…) e Let’s Spend the night together (outro livro de autoria de Pamela, que conta a vida de outras groupies famosas).

Pamela no auge da “carreira“:

pameladesbarres