harry potter

Clica aí, colega! #19

Um mês sem indicar links legais, caramba! :O

Começo com uma música incrível que relembra o que aconteceu nas temporadas anteriores de Game of Thrones, cantada pelo Peter Dinklage, que interpreta meu personagem favorito: Tyrion Lannister. A música foi feita para o Red Nose Day, um evento contra a pobreza, que rolou em maio. Mais informações aqui no UpdateorDie.

links-semana19a

– A notícia de que a Capricho não será mais uma revista impressa deixou toda adolescente dos anos 90 triste, né? Eu assinei a revista por quase 10 anos, adorava! Lembro de várias capas, várias matérias, lia e depois repassava pras amigas…. foi minha revista favorita por muito tempo. Me identifiquei bastante com o post que a Thereza Chammas fez falando desse fim.
– As Havaianas não param e ó o que vem por aí: edição especial Star Wars! Claro que tinha que ser um post do Garotas Geeks. <3
– Me apaixonei por alguns desses acessórios LINDOS que a Letícia postou. Vai lá conhecer as peças da Eclectic Eccentricity.
– Um mapa-raspadinha para você marcar por onde já passou. Desejei fooooorte essa dica do Hypeness.
– A Lívia tá fazendo uma série de posts sobre como organizar uma viagem para a Europa com custos reduzidos e ó: recomendo a leitura, tem bastante dica bacana. Era para eu ter dado essa dica há mais de mês, mas como o tempo passou sem eu nem ver, deu tempo da Lívia ir e voltar da viagem. Hahaha. Mas tudo bem, os posts continuam e estão ótimos!

links-semana19b

– Agora a notícia já tá até um pouco velha, mas continuo DOIDA MALUCA ALUCINADA só de pensar que talvez um filme ou uma série de Gilmore Girls realmente saia. Tô torcendo desde que li essa notícia do Séries do Momento.
– Mais um link do Garotas Geeks: vai lá ver 23 imagens que vão fazer você ver Harry Potter de outra maneira.
– Adoro esses posts do Paulo sobre ilustração e o que é essa série do Mario Bros vestido como outros personagens pop super famosos? Amei!
– Teoricamente a escravidão no mundo acabou há mais de século. Teoricamente, já que todo mundo sabe que rola muita escravidão e exploração de trabalhadores nesse mundão moderno. Já parou pra pensar nisso? Vem cá ler essa ótima matéria do Uol.
– A Lya contou um pouco como tem sido a vida de freelancer para ela e me identifiquei em vários momentos, mas principalmente com isso: “Sempre trabalhei em equipe e achei que sofreria muito da falta de outras pessoas ao meu redor, carrego hoje grandes amigos vindos do trabalho. Mas, tirei de letra. Acho que por ser alguém que consegue ficar bem sozinha.“. Sempre tive esse medo e, um ano e meio depois, posso dizer que sinto falta, mas é só quando passo muito tempo sozinha. Haha.

links-semana19c

– Uma “retomada” da cidade por cidadãos que querem fazer o espaço público um centro de lazer e cultura. Legal, né? É sobre isso que essa matéria da Trip fala.
– Um fotógrafo convidou um casal jovem que irá se casar para ser envelhecido com maquiagem, ver como eles podem ficar com o passar dos anos e registrar suas reações. Comecei assistindo por pura curiosidade e acabei emocionada, é muito legal ver como o visual mexe com os sentimentos deles. Vai lá no Awebic assistir o vídeo.
– Vira e mexe alguém me fala que não sabe como eu e o Henrique estamos juntos há 14 anos e nos damos tão bem. Além da gente se gostar, se respeitar e tudo mais, uma das coisas mais importantes para mim é exatamente o tema desse post da Jout Jout: os dois devem ter vidas paralelas ao relacionamento. Relacionamentos onde um dos dois (ou os dois) vivem exclusivamente par ao parceiro estão quase sempre fadados ao fracasso, hein? Aliás, fracasso de todo tipo de relacionamento porque provavelmente nem seus amigos e sua família estarão por perto quando vocês terminarem, ninguém aguenta gente assim. :p
– Adorei esse guia do Morri de Sunga Branca para quem foi contra o comercial de dia dos namorados d’O Boticário. Se é para boicotar empresas que apóiam o casamento gay, então é melhor fazer direito. Quero ver boicotarem todas essas empresas! Haha.
Caitlyn Jenner foi assunto por semanas e esse texto da Stephanie é maravilhoso. O que vale é isso mesmo: sermos livres para sermos quem bem entendermos.

Nesse último mês teve link daqui do blog por aí também: a Livia linkou meu post com dicas de Amsterdam. Obrigada! :**

52 objetos: #10

52objetos-celularb

O quê: Celular (iPhone 5S)
Por quê: É o objeto que mais uso, o dia todo
Onde está: Ao lado do teclado, enquanto digito isso
De onde veio: Da loja da Claro

Acho um tanto triste dizer isso, mas sou do time dos que não sabem viver sem seu celular. Odeio falar ao telefone, mas passo o dia ligada em mensagens de texto, e-mails, Instagram… fora que quando estou esperando alguma coisa, sempre acabo jogando para me distrair. Hahaha. Dia em que saio e esqueço ele em casa fico meio perdida.

Tive um iPhone 4 que durou cinco anos e estava pedindo arrego. Aí, agora que lançaram o iPhone 6, consegui uma boa promoção na minha operadora e comprei um 5S. Tá lindo, tá ótimo e é muito mais rápido que o 4 antigo. Espero que dure, pelo menos, uns 80% do tempo que o antigo durou.

Uso essa foto do Rupert Grint como tela há alguns anos, já tentei trocar e não consigo, acabo sentindo falta e volto com ela. Coloquei porque uma vez um amigo me disse que a tela de desbloqueio do celular dele tinha que ser algo que o fizesse sorrir porque quando fosse destravá-lo, sempre era uma alegria. Segui essa ideia e escolhi essa foto, que AMO. Adoro essa carinha que o Rupert fez, TÃO RONY! <3

Colocaria na caixa porque no celular tem tudo: meus contatos, lista do que quero comprar/fazer, minhas corridas, um monte de fotos… acho que é o objeto que mais diz sobre mim até agora. É muita informação em um negócio tão pequeno. ;)

O que é o projeto 52 objetos?
Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Você pode ver todos os outros objetos que escolhi aqui.

52 objetos: #6

52objetos-hedwiges

O quê: Edwiges de pelúcia
Por quê: Representa todo meu amor pela série Harry Potter
Onde está: Na estante de livros, na minha sala
De onde veio: Ganhei da minha irmã quando ela foi para Londres pela primeira vez, há uns 15 anos

Já devo ter contado aqui que comecei a ler Harry Potter quando tinha uns 14 anos, depois que minha irmã comprou o primeiro livro. Eu, minha irmã e meu pai ficamos viciados, esperávamos o lançamento dos livros seguintes, discutíamos teorias… e aí minha irmã foi fazer um mochilão de férias e me trouxe essa pelúcia da Edwiges (a coruja de estimação do Harry Potter, para quem não sabe), coisa que na época era impossível de se encontrar por aqui. Os filmes ainda nem tinham sido lançados e lembro que fiquei de boca aberta quando ela me entregou. COMO ASSIM FIZERAM UMA PELÚCIA DA EDWIGES? COMO ASSIM EXISTE SOUVENIR DO LIVRO DO MENINO BRUXO?

Fiquei besta quando minha irmã disse que ao entrar na Harrods deu de cara com uma sessão grande só com coisas inspiradas no livro. Aqui no Brasil quase nenhuma amiga minha conhecia o menino bruxo e lá na terra ele já era rei! Hahaha.

A pelúcia é uma graça e não conheço ninguém que tenha uma igual. Minha irmã mesmo já procurou uma para ela e não encontrou mais, o que me leva a crer que seja raridade – afinal por quanto tempo fizeram souvenir do livro antes de terem os filmes para inspiração?

Nunca tive coragem nem de tirar a etiqueta dela (que já está um tanto rasgada, olha só), nem de lavar. Por isso ela tá meio cinza. Hahaha. São 15 anos tomando poeira em estantes, porque nunca tive coragem de deixá-la guardada dentro do armário. Não podia escolher outro objeto para representar minha série literária favorita. <3

O que é o projeto 52 objetos?
Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Você pode ver todos os outros objetos que escolhi aqui.