globo livros

Andei lendo: A playlist da minha vida | Leila Sales

playlist-vida-livro

Elise é uma menina de 16 anos que não tem nenhum amigo, se sente totalmente solitária e é super excluída na escola. Só lembram dela quando é para apontar o dedo ou tirar sarro com a sua cara. Ela é inteligente e interessante, mas ninguém parece notar isso. E é esse o motivo dela passar todo o verão estudando como ser uma pessoa “normal” e mudando tudo a seu respeito, para ver se as pessoas começam a notá-la.

Elise chega ao seu primeiro dia de aula após as férias achando que roupas novas, muitas e muitas revistas de moda como referência e uma mudança de atitude vão ser suficientes para que alguém queira ser seu amigo. E aí, claro, o plano dá errado e ela é até notada, mas somente porque as pessoas queriam tirar algum proveito dela. Percebendo que os dois meses que passou sem fazer nada além tentar se transformar em outra pessoa não serviram para nada, ela resolve se suicidar. Chega em casa, prepara tudo… e não tem coragem. Aí resolve se cortar só para ver qual seria a sensação, liga para uma das meninas que ela queria que fosse sua amiga para contar isso, é levada para o hospital e fica internada. Após um tempo, ela volta para a escola e tudo volta a ser como era antes: ela é só a menina esquisita com quem ninguém quer conversar.

Depois desse tempo que passou afastada de tudo, Elise começa a sair escondida para andar pela cidade sozinha. Ouvindo música, a menina anda muito tempo e, em um desses passeios, é abordada por duas meninas que indicam onde é a balada (para a qual elas achavam que Elise estava indo). Elise fica amiga de Vicky e Pipa, se encanta pelo DJ Char e acaba levando duas vidas paralelas, sem que ninguém saiba. Durante os dias ela é a esquisita Elise na escola e às quintas à noite ela dança, tem amigos e aprende a ser DJ também.

Elisa é perseguida pelos adolescentes mais populares na escola, arranja briga com a família, é super confusa. O livro é super gostoso de ler, do tipo que você não larga enquanto não termina, sabe? A menina faz muitas burradas, mas são todas tão com cara de adolescente que dá para entender totalmente e nem ficar com raiva dela. Hahaha. Fora que os outros personagens também são legais e o final do livro, apesar de ser um tanto previsível, mostra o quanto ela aprendeu sobre si mesma durante toda a história. Gostei muito, apesar do tema parecer um pouco pesado, o livro é bem divertido e fiquei torcendo para ter mais algum outro volume sobre a personagem, mas não tem. :(

Preço: R$29,90 na Livraria Cultura

aviso-publi-gifts

Andei lendo: Departamento das criaturas | Robert Paul Weston

departamento-criaturas

Elliot é um pré-adolescente que tem pais críticos de gastronomia e um tio inventor na DENKI-3000, a grande indústria de novidades da cidadezinha onde mora. O tio, Dr. Archie von Doppler, é o grande ídolo de Elliot – que sonha em ter a mesma profissão.

Leslie tem a mesma idade que Elliot e vive se mudando, conforme a vontade da mãe. Foi parar em Bickelburgh porque é onde seu avô mora e, sem terem para onde ir, foram morar com ele. Ela é muito inteligente e inventou, coincidentemente, exatamente o mesmo foguete que Elliot para uma feira de ciências da escola. Os dois ficaram empatados em terceiro lugar e passaram a ter uma super antipatia um pelo outro.

O Dr. Archie envia um bilhete para Elliot, pedindo que ele vá até a DENKI-3000 e leve junto a Leslie. Ele acha estranho, já que o tio nem conhece a menina e ele mesmo nunca conversou com ela, mas resolve procurá-la para ver se ela quer ir junto. A menina adora a ideia, já que sempre se perguntou como a famosa indústria da cidade era por dentro.

Ao chegar lá, uma surpresa: o departamento de invenções, que Dr. Archie comanda, só tem no quadro de funcionários criaturas bem diferentes de nós. Todas são especialistas em alguma coisa e tem um jeito bem diferente de encarar o mundo. Adivinha se as duas crianças não se encantam por tudo, né?

Dr. Archie tinha pedido para os dois irem até a indústria porque precisava de ajuda para novas invenções, já que os acionistas queriam vender a empresa por não terem lançamentos à um bom tempo. E a partir daí acontece um monte de confusão, claro. Voltei a ser um pouco criança lendo e torcendo para Elliot e Leslie encontrarem uma saída para os problemas da empresa. :)

departamento-criaturas03

departamento-criaturas02

O livro é bem divertido e escrito para o público infantil. O universo das criaturas é super fantasioso, com tiradinhas muito bem pensadas. Todo o livro é ilustrado pela Framestore, uma das maiores empresas de efeitos especiais da Europa. As ilustrações são muito legais e estão muito presentes: algumas maiores, para começo de capítulo e outras menores, espalhadas pelo texto.

Eu, adulta, achei o livro super gostoso de ler. Fico imaginando o quanto a criançada se diverte com ele e essas ilustrações.

Preço: R$13,90 no Submarino

aviso-publi-gifts