filmes

Os 5 últimos assistidos no Netflix #1

E assim começo a compartilhar com vocês o que tenho assistido de bom! :D

Há algum tempo venho pensando em cancelar a TV a cabo daqui de casa porque quase nunca assistimos alguma coisa nela.. Depois do Netflix a gente pegou o costume de sentar e escolher o que quer ver, como, quando, onde… aí fica difícil pra TV a cabo, né?

Também não é sempre que paro em frente à TV. Tem mês que curto muito mais ficar lendo, então passo um bom tempo sem assistir filmes (tanto é que coloquei na minha lista de 101 coisas assistir mais filmes novos por isso). Mas tem mês que me jogo no Netflix e aí pensei: por que não dividir aqui o que assisti? Pego tanta indicação legal por aí… simbora compartilhar indicações também! :)

50%

Diretor: Jonathan Levine
Ano de lançamento: 2011
Duração: 1h40

Adam é um cara de quase 30 anos que descobre que tem câncer. O filme mostra sua luta contra a doença enquanto sua mãe, sua namorada e seu melhor amigo também aprender a lidar com isso.
Todo o tema do filme é bem sério e tem algumas partes chorosas, mas eu ri bastante assistindo. Adam é um fofo, mas peca muito no relacionamento com a mãe (que cuida de seu pai, que tem Alzheimer). Também está em um relacionamento falido e não percebe. Basicamente, o relacionamento mais estável e constante que ele tem na vida é com Kyle, já que são amigos desde o colégio.
Durante o tratamento Adam conhece outros pacientes, aprende a fumar maconha medicinal, muda a visão de muitas coisas.
A história é baseada na vida real do roteirista, Will Reiser: ele também foi diagnosticado com câncer e teve ajuda de Seth Rogen, que é seu amigo. Foi Seth quem o incentivou a escrever o roteiro.
O filme me chamou atenção pelo elenco: Joseph Gordon-Levitt é Adam e Seth Rogen é Kyle, seu melhor amigo. Adoro os dois e sempre me divirto com filmes do Seth Rogen, então apertei o play nem sem pensar se o filme seria triste ou não. Acabei gostando bastante. É um filme sobre doença, mas principalmente sobre como um paciente jovem pode sobreviver à ela.

House of Cards

Diretor: Lasse Hallström
Ano de lançamento: 2013
Episódios: 3 Temporadas, 39 episódios

Esse é o novo vício aqui em casa. Começamos a assistir há duas semanas e já terminamos as três temporadas disponíveis. Hahaha.
Francis Underwood é um congressista americano super ambicioso e que não mede esforços para chegar aonde quer. Ele tem todo o apoio de Claire, sua esposa e de alguns fiéis funcionários. A trama toda tem muita mentira, esquemas sujos, manipulações e até alguns assassinatos. É muito interessante, eu e o Henrique gostamos logo no primeiro episódio.
A série já ganhou vários Emmys e tem a vantagem da maioria das séries produzidas pela Netflix: toda a temporada é disponibilizada de uma só vez, para você assistir quantos episódios quiser a cada vez que sentar no sofá. \o/

Querido John

Diretor: Lasse Hallström
Ano de lançamento: 2010
Duração: 1h48

Tô um pouco atrasada assistindo algum filme baseado em obras do Nicholas Sparks? Tô sim. Tô mais atrasada ainda, já que nunca li livro algum dele? Opa! Hahaha.
John é um cara de 20 e pouquinhos anos que foi criado somente por seu pai, já que a mãe o abandonou quando ainda era muito pequeno. Ele é militar e passa longos períodos em missões, voltando para casa por pequenos períodos. Em um desses períodos conhece Savannah, uma universitária que está passando férias na cidade praiana de John. E aí, claro que eles se apaixonam, namoram e John tem que voltar para o exército. Para não perderem o contato, Savannah e John trocam longas cartas contando sobre o dia-a-dia e prometendo amor eterno.
Até que um dia Savannah faz uma coisa que você fica gritando “QUÊÊÊÊÊÊ” no meio da sala e passa a odiar a menina. Hahaha. Desculpa, mas odiei a menina depois disso.
Claro que depois você descobre que Savannah fez o que fez porque tinha um bom motivo e fica torcendo por ela. E não vou falar mais nada, porque já dei spoiler suficiente.
O filme é bem água com açúcar e como eu esperava exatamente por isso, gostei. Claro que ter o Channing Tatum na tela também ajuda sempre, né. ;)

Raul Seixas – 20 anos sem Raul

Diretor: Jonathan Levine
Ano de lançamento: 2010
Duração: 25m

Este é o documentário lançado junto com o cd de mesmo nome, em homenagem aos 20 anos da morte de Raul Seixas.
Já assisti bastante coisa sobre o Raul, de quem gosto muito. Já até falei aqui sobre o outro documentário feito sobre ele.
Este documentário é bem curtinho, não tem nem meia hora. É recheado de imagens de shows, arquivos pessoais e entrevistas que o Maluco Beleza deu ao longo de sua vida. Muitas dessas imagens já apareceram antes em especiais e outros documentários. Tudo é bem compactado e a parte sobre as drogas e o alcoolismo não é nem citada.
É um documentário para quem não conhece muito sobre a vida do artista e não é fã, então não teria muito saco para assistir algo mais longo. Vale a pena, mas só para quem não conhece nada sobre Raul.

Rain Man

Diretor: Barry Levinson
Ano de lançamento: 1988
Duração: 2h13

Esse é um clássico que eu nunca tinha assistido e não sei porque. Sempre falo que não gosto muito do Tom Cruise, mas nos anos 80 ele mandava bem (Top Gun tá aí pra provar isso). Também tem o Dustin Hoffman que eu adoro. Não sei mesmo porque nunca tinha assistido esse filme.
Tom Cruise é Charlie Babbit, um cara jovem e filho de um homem super rico, com quem não tem nenhum tipo de relacionamento. Os negócios dele vão mal e, quando ele mais precisa de dinheiro, o pai morre. Ele volta para a cidade natal para enterrar o pai e botar as mãos na herança e descobre que não herdou praticamente nada do pai! Claro que ele fica doido da vida e vai atrás de quem herdou tudo o pai, um tal de Raymond Babbit (Dustin Hoffman), de quem ele nunca tinha ouvido falar.
Raymond mora em uma instituição para doentes mentais, porque tem autismo. Ele é uns bons anos mais velho de Charlie e é seu irmão. Charlie fica super confuso, já que nunca ouviu falar no irmão. No desespero pelo dinheiro para salvar sua empresa, ele sequestra Raymond e diz que só o entregará mediante a entrega do dinheiro da herança.
Os dois passam alguns dias juntos e, claro, Charlie passa a amar o irmão.
A história é legal, Dustin Hoffman tá super bem nesse papel e não foi à toa que ele levou o Oscar por Rain Man.

52 objetos: #8

52objetos-ferris

O quê: DVD Curtindo a Vida Adoidado
Por quê: É meu filme favorito
Onde está: No rack, na minha sala
De onde veio: O primeiro, em inglês e na caixinha de papel, ganhei da minha irmã e foi comprado no Canadá. O segundo comprei nas Lojas Americanas, alguns anos depois (só para ter a dublagem nacional, que eu cresci assistindo)

Já falei mil vezes que Curtindo a Vida Adoidado é meu filme favorito nessa vida. Sei diálogos de cor, passei tardes e tardes da minha infância assistindo ao dia de diversão do Ferris com a namorada e o Cameron. E por isso, em uma caixa que falasse sobre mim, eu não poderia deixar de colocar uma cópia do filme.

Lembro de, quando criança, imaginar que quando fosse adolescente iria namorar um cara tão legal quanto o Ferris (e ele usaria um colete de oncinha, É CLARO), iria matar aula para ter tardes de diversão pela cidade, iria ser tão popular e legal quanto ele… claro que não tive uma adolescência totalmente assim, mas me diverti muito e esse período da minha vida foi tão leve e gostoso quanto o que o Ferris vive no filme. Assistindo tanto ao filme acabei aprendendo com o personagem a não levar a vida tão a sério. Por que não parar e aproveitar um pouco a vida, antes de ter que se preocupar com as coisas grandes? Se você não fizer isso, pode ser que a vida passe e você a perca. ;p

O que é o projeto 52 objetos?
Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Você pode ver todos os outros objetos que escolhi aqui.

Tag: Vamos falar de filmes

Em dezembro a Miche me indicou para responder essa tag e eu fiquei tão sem saber por onde começar que só consegui terminar agora. Hahaha. Adoro cinema, mas não tenho uma memória assim tão boa, acabo sempre lembrando dos mesmos filmes mesmo já tendo assistido muitos outros. E aí tive que vasculhar a mente pra sair da minha zona de conforto e pensar em filmes legais que eu já quase não lembrava de ter assistido.

meme-filmes2015

1. Um filme que você assistiu várias vezes no cinema.
60 segundos. Adooooro esse filme, acho que assisti umas 4 ou 5 vezes no cinema. É um daqueles filmes que paro para assistir sempre que está passando na TV. Gosto da história, dos atores, da trilha sonora… nunca me canso do Memphis e sua gangue.

2. Top cinco filmes do seu ator ou atriz favorito.
Não tenho um(a) favorito(a).
Tem vários que não gosto muito, mas não tem ninguém que me faça assistir qualquer filme só porque está nele. Então vou pegar um que gosto e acho que tem filmes bons: Al Pacino. Ele quase sempre é um mafioso ou policial, mas adoro os filmes. Meus favoritos: O Poderoso Chefão, Scarface, Donnie Brasco, Advogado do Diabo e As duas faces da lei.

3. Um enredo de filme que você gostaria de ter vivido.

O do meu filme favorito da vida: Curtindo a Vida Adoidado. Quando eu era pequena era apaixonada pelo Ferris, sempre quis dançar Beatles e Wayne Newton no meio de uma parada da cidade. Hahaha.

4. Top cinco interpretações favoritas.
Também não tenho exatamente 5 favoritas, então listei algumas que gosto bastante.
1 – Jamie Foxx em Ray.
2 – Brad Pitt em Bastardos Inglórios.
3 – Alec Baldwin em Os Fantasmas se divertem.
4 – Abigail Breslin em Pequena Miss Sunshine.
5 – Philip Seymour Hoffman em Capote.

5. Um ator (ou atriz) subestimado.
Leonardo DiCaprio
. Acho que ele passou a barreira do “só um rostinho bonito” há anos, faz interpretações muito boas e ainda assim tem muita gente que vira o nariz pra ele por causa da época de Titanic.

6. Um ator (ou atriz) superestimado.
Que me desculpem os fãs de Robin Willians, mas sempre tenho vontade de desistir de um filme quando vejo que ele está no elenco. Não consigo achar a atuação dele tão boa assim, nunca simpatizo com os personagens que ele fez e geralmente acho os filmes super chatos.

7. Um filme que você assistiu e acha que ninguém ouviu falar.
Um filme que pouca gente que conheço assistiu e eu adoro é Apenas o Fim. Adoro o Gregorio Duvivier nesse filme.

8. Personagens favoritos.
Ferris Bueller, Goose e Chicó.

9. Uma adaptação que ficou melhor do que o livro.
O Poderoso Chefão. O livro é lento e as atuações do filme são sensacionais, é muito mais divertido assistir essa história do que lê-la.

10. Último filme que decepcionou você.
Meninos não choram. O filme é velho, super famoso e só assisti esse final de semana. Achei meio lento, o enredo fica meio parado demais… esperava muito mais.

11. Último filme que superou suas expectativas.
Looper. Achei que seria meio chato, mas o mote é super interessante e te prende até o final.

12. Filmes que todo mundo deveria assistir.
O labirinto do fauno, tem uma direção de arte linda, a história é sensacional… só tenho coisas boas para falar desse filme.

13. Filme mudo favorito.
Nunca tive muita paciência para filmes mudos, então acho que o único que assisti inteiro até hoje foi Tempos modernos, na escola.

14. Filmes que você sabe que deveria assistir, mas simplesmente não consegue.
A trilogia antiga de Star Wars. Assisti a nova trilogia no cinema, mas nunca assisti qualquer um dos filmes antigos inteiro, só um pedaço ou outro.

Indico a Ba Moretti e a Livs para responderem essa tag. :)