esportes

Quando a gente acorda disposta

Sabe quando você muda tanto que algumas coisas que são parte importante da sua vida também tem que mudar? Pois é, foi isso.

Há quase 3 anos eu fazia parte do Corre Mulherada e lá falava sobre minhas descobertas na corrida, aprendia com muita gente e comecei a gostar muito de me mexer. Só que eu sempre fui do time da corrida lenta, quase um trote e, sinceramente, uma hora a gente acaba cansando um pouco sobre falar sempre sobre a mesma coisa. Como eu não tinha a intenção de evoluir suuuper, começar a correr mega rápido e tudo mais, com o tempo fui cansando. Isso não aconteceu só comigo e aí, o jeito foi dizer tchau.

AD-nos
Eri, Ju e Eu, pagando mico na pracinha e tirando várias fotos. Hahaha.

Depois de conversar com as meninas e falar minha decisão, conversei com a Erica e a Ju Ferrer e percebemos que continuávamos querendo falar sobre todo o bem e a mudança que a corrida nos trouxe e ampliar o universo, falar mais sobre alimentação e nos desafiar a praticar e conhecer outros esportes. É muito importante mexer o corpo, mas tem que ser gostoso e divertido de se conquistar. Bem-estar só se conquista quando corpo e mente estão felizes, né? E é essa a proposta do Acordei Disposta.

acordei-disposta-logo

Desde domingo o Acordei Disposta está no Instagram, mas é hoje que ele realmente nasce: o blog já tem posts e já liberamos nosso primeiro vídeo no canal. Ai que frio na barriga! <3

As 10 melhores coisas de novembro de 2015

É, eu sei, falei que voltaria e passei mais de um mês sem post novo. As coisas estão tão corridas por aqui, tem tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que nem tenho tido tempo de pensar direito. A parte boa: muito dessa correria é porque segunda-feira viajo de férias! Ôôôô glória! Tô bem precisada de férias, não vejo a hora! Mas até lá tenho que organizar muita coisa por aqui ainda. Enfim… quis me explicar porque o blog não morreu não. Tá tão vivo quanto eu. Hahaha. ;)

melhores-nov15a

02/11/2015 – Ahhhh, a Famiglia. Esses amigos tão queridos e que fico taaaanto tempo sem ver, esses amigos que moram fora do país e a gente só consegue matar saudade por Skype… o dia foi todinho deles, com muita risada e histórias malucas aqui em casa. Já tô com saudade. | 07/11/2015 – Em setembro a Mara casou e a turma toda foi conhecer a casa dela. Como sempre, teve muita comida e muuuuuita fofoca. <3

melhores-nov15b

07/11/2015 – Passei a tarde comendo e fiz o que à noite? Comi mais ainda, é claro. Hahaha. Foi comemoração de aniversário de um amigo do Henrique e o menu era hamburguer caseiro. Ainda depois chegou esse bolo MARAVILHOSO pro parabéns. Ô vida boa! | 08/11/2015 – Comi feito louca no dia anterior, fui dormir às 3AM… e acordei às 5AM pra correr a etapa França da Série Delta. Hahahaha. Tô certinha, hein? Fiz as três etapas dessa prova esse ano e garrei amor à ela. Ano que vem quero participar de novo. A Erica e outra amiga me acompanharam em duas etapas cada e o Henrique foi comigo nas três. :)

melhores-nov15c

08/11/2015 – Depois de correr voltei pra casa MORTA, então me dei um domingo de muita preguiça entre cochilos terapêuticos no sofá e na cama. Fazia tempo que não aproveitava um domingo assim, faz tão bem! | 11/11/2015 – Lançaram os especiais de Natal do Starbucks e tem esse red velvet lindo que ganhou meu coração e só de ver a foto já quero comer de novo (tem nem 24h desde que comi uma fatia). Sério, melhor especial de Natal da vida. :9

melhores-nov15d

12/11/2015 – As vizinhas se juntaram para contratar uma personal para dar aulas de hidroginástica na piscina do prédio, me convidaram e topei na hora. Sempre quis fazer hidro, fui toda animada e adorei. Aí das 5 que tinham confirmado só eu e outra vizinha realmente fizemos e o esquema durou só duas aulas. A professora disse que não compensava vir até aqui para dar aulas só para duas alunas e, realmente, não compensa mesmo. Então cá estou eu órfã de hidroginástica, já tô com saudade. | 13/11/2015 – Dia do casório do anooooo! Fomos padrinhos de um casal muito querido, o casamento estava ótimo e desculpa, mas eu tava bonita pra cacete. Hahaha. Sem falsa modéstia, amei tudo em mim nessa noite. :p

melhores-nov15e

17 a 19/11/2015 – A Coca-Cola convidou o Corre Mulherada para acompanhar de perto os Jogos Escolares da Juventude e eu fui a escolhida para representar o blog. Nunca tinha ido à Londrina, achei a cidade uma graça. Também conheci pessoas muito legais na viagem, passei hooooras e hoooooras para ir e voltar por conta da neblina de Londrina… foram dias divertidos. | 28 e 29/11/2015 – Fomos passar o final de semana na praia com os pais do Henrique. Não íamos pra lá desde abril e, com eles, acho que nem tínhamos ido esse ano. Pena que choveu boa parte do tempo, mas mesmo assim deu praia.

Eu, a corrida e o Corre Mulherada

corre-topo-post

Acho bom eu começar esse post falando a real: NUNCA gostei de correr. Na escola sempre fui a espertinha que dava algum jeito de escapar das aulas de educação física. Depois de adulta, fugia da esteira da academia de todo jeito. Nunca achei ok nem correr para pegar ônibus. Hahaha. Ou seja: NUNCA pensei que fosse gostar de correr. Gostar, não correr por obrigação.

Quando operei meu pé no ano passado e engordei 8kg percebi que queria fazer algum esporte quando conseguisse andar normalmente de novo. A ideia de correr apareceu depois de eu conversar com alguns amigos que tinham começado a correr há algum tempo e estavam viciados. A ideia de conseguir me exercitar numa boa, sem ter que pagar academia (morro de dó de gastar $$ com isso, me julguem) e podendo ficar ao ar livre me animou. Claro que querer emagrecer também estava entre os motivos, mas só o programa do Vigilantes do Peso já estava dando conta dessa parte, então esse não foi o motivo principal. Eu queria ficar bem. Ter fôlego pra subir alguns lances de escada, não ficar morrendo ao andar um pouco mais, conseguir subir uma ladeira sem quase ter um ataque cardíaco. Coisa básica, sabe?

eu-corrida-purple

Por acaso, algumas amigas estavam querendo se juntar para correr e eu entrei no meio. Logo de cara, veio um desafio: uma corrida grátis de 5km, patrocinada pelo Mc Donald’s. Topei, o grupo de amigas era grande e fui sem treinar NADA. Nada. Nadica. Nem um dia, nem 1km. O resultado: andei a maior parte do percurso e terminei em pouco mais de 52 minutos. Isso foi no final de outubro do ano passado.

O tempo foi alto, mas fiquei bem feliz. Participar de uma prova de rua te dá ânimo. É muito gostoso você ver gente de todo tipo se esforçando e dando o seu melhor: jovens, velhos, magros, gordos, homens, mulheres. Ali, naqueles quilômetros, todo mundo se diverte. O pique da pessoa que está ao seu lado te dá força pra correr mais alguns metros, tentar ultrapassar seu limite. Foi nesse dia que as corridas de rua ganharam meu coração.

Desde então tenho treinado e participado de corridas. Já tive fases em que treinava quase todos os dias, fases (como a de agora) em que treino umas duas vezes por semana… mas o importante foi que não parei de correr. E boa parte da culpa por eu não ter parado foi meu grupo de amigas queridas que entrou na onda de correr comigo. Nós trocávamos muitas mensagens, ideias e incentivos e adivinha? Resolvemos transformar isso em blog!

O Corre Mulherada nasceu dia 15 de abril e nesse tempo já tá recheado de posts interessantes, conversas de fifi sobre corridas e leitoras queridas. Passa lá pra conhecer! O blog tem sido uma surpresa diária, temos recebido muito incentivo e conhecido gente legal. Já virou orgulho. <3