decoração

52 objetos: #12

52objetos-carrossel

O quê: Carrossel musical
Por quê: Sempre que vejo, me lembra minha mãe
Onde está: No meu criado mudo
De onde veio: Minha mãe me deu

Ganhei esse carrossel em dezembro de 2011, o primeiro Natal depois que saí da casa dela. Ela tinha comprado para colocar no sorteio de Natal daquele ano, mas eu falei que tinha gostado dele e ela me deu.

Tenho muito carinho por ele, além dele ser lindo. É só dar corda que ele toca uma musiquinha suave (que o Henrique fala que é amedrontadora). Deixo no criado-mudo desde que ganhei e sempre que olho, lembro da minha mãe. :)

O que é o projeto 52 objetos?
Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Você pode ver todos os outros objetos que escolhi aqui.

Minha casinha: a sala

Ano passado, antes de viajar, tirei fotos da minha casa para deixar no celular e ver quando desse saudade enquanto eu estivesse fora. HAHAH. Meio ridículo, mas fiz isso mesmo (e não olhei as fotos nenhuma vez enquanto estava andando por aí, é claro). Aí perguntei no twitter o que o pessoal achava de posts mostrando a casa e algumas pessoas me disseram que amam esse tipo de post. Como eu também adoro, resolvi fotografar a casa de novo. :)

Comecei pela sala porque é praticamente o único cômodo que está finalizado e é meu favorito da casa. <3

apartamento2015_sala_01

Quando nos mudamos a gente já sabia o que podíamos reaproveitar da outra casa, o que gostávamos e o que era mais funcional para nós. Lembra daquele post sobre o que aprendi com a minha primeira casa? Pois é, os aprendizados continuaram na segunda casa. ;)

Nossa mesa de jantar era a mesa do escritório do apartamento antigo. Nós mandamos pintar (era branca) e colocamos um vidro preto em cima, para não ter problema com riscos. A geladeira antiga era armário de papelada também no antigo escritório e o armarinho amarelo (que foi meu guarda-roupa quando eu tinha uns 10 anos!), guardava copos na cozinha. Com isso a gente conseguiu montar uma sala de jantar bem ajeitadinha, só tivemos que comprar as cadeiras. Ali no canto, entre as duas janelas, vamos pendurar alguns quadros. Só ainda não encontramos algum de que gostássemos.

No armário guardamos taças, copos e pratos "de visita".
No armário guardamos taças, copos e pratos “de visita”. Em cima da geladeira fica minha mini coleção de pinguins de geladeira.
A poltrona da esquerda é "minha": eu que escolhi a cor. A da direita é a do Henrique. Hehehe.
A poltrona da esquerda é “minha”: eu que escolhi a cor. A da direita é a do Henrique. Hehehe.

O sofá e as poltronas são os mesmos da antiga casa. A mesinha de centro era da minha mãe e baixamos um pouco a altura dela e a pintamos de preto (era dourada antes). O rack foi o Henrique quem desenhou e fez e escolhemos quadros que nos lembrassem de alguns de nossos filmes favoritos.

apartamento2015_sala_04

apartamento2015_sala_05

Tinha que ter Metallica em algum canto da casa. ;)
Tinha que ter Metallica em algum canto da casa. ;)

No antigo apartamento a gente tinha uma estante bem grandona, para os livros e DVDs. Quando mudamos tivemos que comprar essas duas estantes, que tenho que controlar para não ficarem muito cheias. Hehehe. O aparador amarelo que fica entre elas é, na verdade, uma mesinha de centro bem baixa que colocamos em pé.

apartamento2015_sala_07

Caso você esteja se perguntando quem é o bonitão do quadro: Frank Sinatra na mugshot de quando foi preso por fornicar com mulher casada.
Caso você esteja se perguntando quem é o bonitão do quadro: Frank Sinatra na mugshot de quando foi preso por fornicar com mulher casada.

apartamento2015_sala_09

Não poderia ser mais verdade. <3
Não poderia ser mais verdade. <3

Saindo da sala, indo para o corredor dos quartos, tinha uma parede vazia. Há anos eu tinha um cabideiro Eames sem saber onde colocar, então foi pra lá que ele foi. Embaixo deixo um par de galochas que ganhei do Henrique e rasgaram rapidinho, com os guarda-chuvas (e uma raquete de matar mosquito. haha) e nossos tênis de corrida. Deixamos no cabideiro também todos os acessórios de corrida/academia (luvas, braçadeira, cinto, óculo, fones) e assim fica fácil na hora de sair pra se exercitar.

apartamento2015_sala_11 apartamento2015_sala_12 apartamento2015_sala_13E é isso! Espero que vocês tenham gostado! :)

Sempre falo isso para os amigos e tenho que falar aqui também: aqui em casa quem decide mesmo a decoração é o Henrique. Ele que gosta de pensar em espaços, disposições.. eu não tenho paciência para isso, então basicamente só dou ideias nos detalhes e digo se concordo ou não com as ideias dele.

Clica aí, colega! #11

Dezembro chegou dando voadora na minha vida e fiquei sem tempo pra me informar.. aí quem sofre é essa tag, que fica vazia. Mas chega de choramingo, que hoje tem muito link do amor por aqui.

links-semana11a – Sabe quando você não quer fazer nada? Sabe quando você sente culpa por isso? Não sinta e vem aqui ler esse post delicioso da Dani. Eu ando muito no pique de não querer fazer nada. Hahaha.
– A Anne fez um post bem legal para repensarmos o que andamos vendo (e postando) por aí. Ela chamou de fator X e achei chique estar na lista dos blogs que ela acha que tem o tal fator. Fora que já lembrei de X Factor UK (go, Ben!). Hahaha. <3
– Quando você viaja a neura com a dieta fica em casa? A da Lygia e a minha ficam. Viajar e não se permitir experimentar tudo o que der vontade é maldade pura, gente! Adoro os textos da Lygia porque dá pra gente viajar um pouquinho com ela e dessa vez passei fome enquanto lia. Hehehe.
– Falando em comer… essa receita de chutney de cebola da Bia tá na minha lista pra ceia de Réveillon (que vai ser de hamburguer! YES!). Tô doidinha pra fazer.
– A Globo dispensou a Xuxa e todo mundo voltou a falar dela. Eu caí nessa lista com 10 momentos memoráveis da carreira dela e ó: assisti a quase todos, quando passaram. Fui uma baixinha da Xuxa com direito à bota, discos, acordar e correr pra TV pra assistir o programa… confesso: deu uma saudade boa da infância enquanto revia esses momentos.

links-semana11b

– São Paulo é uma cidade enorme, lotada, cheia de problemas… mas a verdade é que aprendi a amar a cidade. Trabalhar por quase uma década lá e morar por alguns anos me fez conhecer lados da cidade que nem imaginava que existiam. Voltei para Santo André, mas admito que uma parte do coração continuou por SP. A Rebiscoito falou sobre cidades que não conquistam a gente logo de início e colocou um vídeo bem legal sobre coisas boas para se fazer na cidade, feito por um gringo. A listinha deles de coisas legais tá bem bacana, vale a pena assistir.
– Se você mora em SP ou frequenta a cidade sempre, com certeza já aprendeu alguns desses truques para viver melhor pela cidade. Alguns eu sempre faço, outros nem imaginava!
– Ainda sobre SP (foi mal, mas eu tinha que compartilhar esses links!), o projeto Identidade SP cria marcas para os bairros da cidade. A ideia é fazer um estudo sobre o nome e a história de cada bairro e criar a marca a partir disso. Eu torço pro projeto continuar, ia adorar ver uma marca da minha querida Vila Lelê.
Lec me viciou no Just Get 10 e eu queria espalhar o vício por aí. O Henrique viciou também e na segunda partida já chegou aos 10 (coisa que ele faz sempre agora, muito irritante!). Eu demorei uns dois dias, mas também já cheguei. Joguinho bom pra distrair enquanto vejo a novela. :D
A Sôsô postou uma ideia que me deu vontade de chorar quando vi porque eu não pensei nisso antes e agora não tenho como fazer, já que entreguei todas as chaves quando vendi o apartamento. Jeito mais fofo de ter uma recordação de cada casa por onde você passou.