decoração

Imóveis incríveis por São Paulo

Há alguns anos (7? 8? Não lembro), quando estávamos procurando nosso primeiro apartamento para comprar, encontrei o site da Axpe. Na época, qualquer imóvel já pronto parecia estar muito acima do que podíamos pagar, mas me encantei com os anúncios dessa imobiliária. Compramos nosso apartamento na planta, ele foi construído, moramos lá alguns anos, vendemos ele.. e até hoje vira e mexe entro no site da Axpe pra sonhar com alguns imóveis vendidos por eles. Hahaha.

Cobertura de 555 m2 na Consolação.
Cobertura de 555 m2 na Consolação.
Casa de 670 m2 no Alto de Pinheiros.
Casa de 670 m2 no Alto de Pinheiros.

Como a imobiliária tem um conceito diferenciado, todos os imóveis anunciados por eles passam por uma rigorosa seleção. As casas e apartamentos tem que ter alguma coisa de diferente, seja na assinatura do projeto por um arquiteto famoso, o uso de muito verde, a restauração de pisos e paredes originais ou a decoração moderna. Tudo de babar, em 10 minutos olhando os anúncios você consegue encontrar 10 casas onde consegue se imaginar morando o resto da vida. Pelo menos é assim comigo.

Para que gosta de arquitetura e decoração, é uma diversão passar um tempo olhando o site. Agora mesmo passei uma boa meia hora navegando por lá e babando em casa onde eu, com certeza, moraria super feliz. Só me falta o dinheiro absurdo que precisaria para pagar qualquer uma dessas opções. Hahaha. X)

Casa de 320 m2 no Sumaré.
Casa de 320 m2 no Sumaré.
Casa de 563.66 m2 no Alto de Pinheiros.
Casa de 563.66 m2 no Alto de Pinheiros.

Há anos eu enrolava para dar a dica dessa imobiliária por aqui, por achar que ia parecer publi (e não é, nunca nem falei com ninguém da empresa), mas acho tãããoooo divertido ficar sonhando por lá que resolvi falar deles. Vai dizer que você não babou?

BEDA-2015

52 objetos: #30

52objetos-30

O quê: Bonecos de enfeite
Por quê: Me lembra minha mãe
Onde está: Na parede do meu escritório
De onde veio: Ganhei da minha mãe, quando saí de casa

Minha mãe adora decoração. Quando eu era pequena, ela até fez um curso disso. Lembro que ela passava o sábado inteirinho tendo aula e, no final da tarde, eu ia com meu pai buscá-la.

Minha mãe também adora compras online e é a pessoa que melhor consegue encontrar coisas legais em lojas virtuais. Ela caça, fuça e encontra uma coisas e promoções que eu fico de boca aberta. E foi numa dessas que, procurando alguma coisa para me dar e decorar meu apartamento, ela encontrou esses bonequinhos. Tinha de vários modelos, então ela me pediu para escolher quatro. Acabei escolhendo duas mulheres e dois homens e fiquei doida para pendurá-los logo. O problema foi que nunca furei as paredes do antigo apartamento e eles ficaram guardados por todo o tempo em que morei lá. Ao me mudar, tinha certeza de que penduraria eles no meu escritório e acabei encontrando um lugar perfeito para isso. Como não uso televisão aqui nesse quarto, pendurei na saída para o cabo da TV e nem precisei furar parede. :D

Vira e mexe troco a posição deles e, sempre que olho, penso na minha mãe. É um pedacinho dela que passa o dia comigo enquanto trabalho. <3

O que é o projeto 52 objetos?
Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Você pode ver todos os outros objetos que escolhi aqui.

BEDA

Clica aí, colega! #20

Siiiiiim! Um post de links em plena sexta-feira. Fazia tempo que isso não acontecia, né? O último foi em junho! Desculpa aí.

Os links não estão muito atualizados, tem coisa que guardei aqui há semanas e eu sei bem que o risco de você já ter visto o link a essa altura é enorme, mas vai que não viu? Então tô linkando. :p

links-semana20a

– Sabe o que é frequência afetiva? Eu vivo sofrendo de culpa por não conseguir ver todos os amigos o quanto que gostaria e me identifiquei muito com esse texto do Eduardo Benesi.
– A gente sempre vê relatos de transgêneros, mas eu nunca tinha lido a história pela ótima de uma mãe. Vale a pena ler essa matéria da Época.
– Você usa absorventes internos? Então é seu DEVER ler essa matéria da Vice e prestar atenção à embalagem dos seus.
– A gente já viu vários livros e filmes sobre a vida dos presos homens no Brasil, mas faltava olhar um pouco mais de perto a vida das mulheres encarceiradas. Essa matéria da Galileu sobre o livro “Presos que menstruam” mostra o absurdo a que são submetidas as mulheres nas penitenciárias brasileiras.
– Como tia, eu tento sempre prestar atenção ao que falo para as sobrinhas. Adorei esse texto sobre o empoderamento infantil de meninas, do Lado M. Vale a pena todo mundo ler, para repensar alguns conceitos que passamos para as crianças sem nem ao menos entender o por quê.

links-semana20b

– Uma ação publicitária que mostra na prática como é a vida de uma mulher (que recebe, em média, 30% a menos que os homens ocupando os mesmos cargos de trabalho). A ação era bem simples: no restaurante todos os pratos pedidos por homens tiveram um acréscimo de 30%. Vale a pena ver o vídeo no post do Hypeness, as reações são interessantes. A ação provavelmente foi criada para tentar prêmio em Cannes e mesmo assim não perde o mérito. ;)
– O canal GNT ganhou nova identidade nas chamadas e aberturas de programas (linda, aliás) e, por ser totalmente baseada na tipografia exclusiva criada por um profissional argentino, levantou a questão: porque o Brasil não tem tradição em tipografia?
– iPhone é legal, né? Pois é, eu também não me vejo comprando nenhum outro celular. Só tem um detalhe: o seu está gravando nele horários e endereços de onde você vai todos os dias. Um tanto assustador, né? Fiquei sabendo disso nesse artigo da Esquire e lá mesmo aprendi a acabar com essa brincadeira.
Lec é uma mulher muito legal e fez uma lista de 5 regras para quem quer dividir apartamento. Ela escreveu para roomates, mas ó: algumas valem também para marido e mulher, irmãos, todo mundo.
– Vira e mexe alguém que sigo/conheço na internet tem filho e eu fico apaixonada pelo bebê. Clarice, a filha da Nanda, é minha paixonite do momento. Que menina mais linda! A Nanda tira fotos dela toda semana para acompanhar seu crescimento e fez um post bem legal explicando como fazer isso (tem até a dica de tutorial para aprender a colocar a arte com o número da semana no body).

links-semana20c

Lya foi responsável por um novo vício: George Ezra. Foi lendo esse post dela sobre o mocinho inglês que tudo começou.
– A Luiza deu dicas de como substituir a cabeceira da sua cama de forma barata e fácil. Achei a coisa mais linda essa “cabeceira” amarela aí de cima!
– A modernidade chegou ao tradicional Chuck Taylor All Star. A Nike (dona da marca desde 2003) resolveu fazer uma versão um pouco mais confortável do modelo. Visualmente não mudou muito, mas a empresa promete que o Chuck II será mais gostoso de ser usado por longos períodos. Fiquei bem curiosa, sou fã do modelo tradicional. Você pode ver a notícia inteira aqui no Gizmodo.
– Como viver sem um carregador portátil para o celular? Eu comprei um no camelô e me arrependi, quebrou rapidinho. Agora estou precisando urgentemente de um que preste e esse post da Bia com dicas para escolher um novo foi bem útil.
– Pronto, já tenho desculpa para voltar a Berlim: 10 lugares criativos e de graça na cidade. O único lugar dessa lista que consegui visitar foi a East Side Gallery, alguns outros estavam na minha lista e não rolaram e outros eu nunca tinha ouvido falar. Tô morta de vontade de pegar o primeiro avião e é tudo culpa do Follow the Colours.

E hoje também saiu um post que escrevi para o Mais 20 minutos, da Letz: como iniciar na corrida. Tem dicas bem básicas, mas que valem ser lembradas caso você esteja querendo começar a correr também. ;)