cinema

52 objetos: #8

52objetos-ferris

O quê: DVD Curtindo a Vida Adoidado
Por quê: É meu filme favorito
Onde está: No rack, na minha sala
De onde veio: O primeiro, em inglês e na caixinha de papel, ganhei da minha irmã e foi comprado no Canadá. O segundo comprei nas Lojas Americanas, alguns anos depois (só para ter a dublagem nacional, que eu cresci assistindo)

Já falei mil vezes que Curtindo a Vida Adoidado é meu filme favorito nessa vida. Sei diálogos de cor, passei tardes e tardes da minha infância assistindo ao dia de diversão do Ferris com a namorada e o Cameron. E por isso, em uma caixa que falasse sobre mim, eu não poderia deixar de colocar uma cópia do filme.

Lembro de, quando criança, imaginar que quando fosse adolescente iria namorar um cara tão legal quanto o Ferris (e ele usaria um colete de oncinha, É CLARO), iria matar aula para ter tardes de diversão pela cidade, iria ser tão popular e legal quanto ele… claro que não tive uma adolescência totalmente assim, mas me diverti muito e esse período da minha vida foi tão leve e gostoso quanto o que o Ferris vive no filme. Assistindo tanto ao filme acabei aprendendo com o personagem a não levar a vida tão a sério. Por que não parar e aproveitar um pouco a vida, antes de ter que se preocupar com as coisas grandes? Se você não fizer isso, pode ser que a vida passe e você a perca. ;p

O que é o projeto 52 objetos?
Em muitos anos no futuro alguém encontra uma caixa cheia de coisas que você possuiu e tenta descobrir que tipo de pessoa você era. Talvez essa caixa tenha fotografias, livros, documentos pessoais, roupas, talheres, bilhetes de shows ou até um pacote de chiclete. O que esses objetos diriam sobre você? Eles mostrariam um retrato fiel da sua vida? Qual história eles diriam?

A ideia original veio daqui e essa tradução da explicação é da Ana Paula. Você pode ver todos os outros objetos que escolhi aqui.

Andei lendo: The Perks of Being a Wallflower – Stephen Chbosky

andeilendo-perksofbeingawallflower

Desde que o filme saiu, estava doida para ler o livro. Não assisti ao filme, mas tinha visto um trailer e gostado e, por isso, resolvi esperar para ler o livro antes de assisti-lo. Demorei séculos para ler porque estava com uma fila de leitura gigante, mas enquanto esperava um vôo fiquei sem ter o que ler e ele acabou sendo o escolhido na livraria. ;)

Charlie é um garoto de 15 anos que está começando o colégio e não tem nenhum amigo. Na verdade ele tinha um, mas o menino se matou naquele ano. Charlie tem alguns problemas psicológicos, crises de ansiedade e a família toda vive de olho nele.

Como não tem nenhum amigo com quem posso dividir o nervosismo por começar o colégio, Charlie passa a escrever cartas para um garoto desconhecido, de quem ouviu algumas garotas falarem bem. A história é toda contada através dessas cartas que Charlie escreve.

Depois de um começo de aulas solitário, Charlie conhece Sam e seu irmão Patrick, que estão para se formar. Os dois meio que “adotam” o Charlie, naquela relação veterano/bixo, sabe? Passam a sair juntos, apresentam o Charlie aos amigos, o levam para festas, dão drogas pra ele… e, claro, Charlie se apaixona por Sam – que curte uns caras mais velhos e não pensa no menino assim.

O que achei mais legal em todo o livro é a doçura do Charlie. Ele é bobão, completamente inocente… e a gente entende porque Sam e Patrick gostam tanto dele. Mesmo sendo adolescentes, o livro os mostra como pessoas mais profundas e com alguns questionamentos mais profundos. Gostei muito dessa abordagem, já que o livro é basicamente sobre o relacionamento dos três e, geralmente, os autores tratam esse tipo de relacionamento como algo superficial.

Gostei muito do livro, terminei de ler querendo ser amiga dos três. Por esse motivo, assim que fechei o livro corri para assistir o filme. E ODIEI. No filme os personagens são um tanto diferentes, um pouco mais superficiais. A história acabou ficando rasa. Esperava muito mais de um roteiro feito pelo mesmo autor do livro. Foi bem decepcionante pra mim.

Preço: R$13,93 no Submarino.

Tag: Vamos falar de filmes

Em dezembro a Miche me indicou para responder essa tag e eu fiquei tão sem saber por onde começar que só consegui terminar agora. Hahaha. Adoro cinema, mas não tenho uma memória assim tão boa, acabo sempre lembrando dos mesmos filmes mesmo já tendo assistido muitos outros. E aí tive que vasculhar a mente pra sair da minha zona de conforto e pensar em filmes legais que eu já quase não lembrava de ter assistido.

meme-filmes2015

1. Um filme que você assistiu várias vezes no cinema.
60 segundos. Adooooro esse filme, acho que assisti umas 4 ou 5 vezes no cinema. É um daqueles filmes que paro para assistir sempre que está passando na TV. Gosto da história, dos atores, da trilha sonora… nunca me canso do Memphis e sua gangue.

2. Top cinco filmes do seu ator ou atriz favorito.
Não tenho um(a) favorito(a).
Tem vários que não gosto muito, mas não tem ninguém que me faça assistir qualquer filme só porque está nele. Então vou pegar um que gosto e acho que tem filmes bons: Al Pacino. Ele quase sempre é um mafioso ou policial, mas adoro os filmes. Meus favoritos: O Poderoso Chefão, Scarface, Donnie Brasco, Advogado do Diabo e As duas faces da lei.

3. Um enredo de filme que você gostaria de ter vivido.

O do meu filme favorito da vida: Curtindo a Vida Adoidado. Quando eu era pequena era apaixonada pelo Ferris, sempre quis dançar Beatles e Wayne Newton no meio de uma parada da cidade. Hahaha.

4. Top cinco interpretações favoritas.
Também não tenho exatamente 5 favoritas, então listei algumas que gosto bastante.
1 – Jamie Foxx em Ray.
2 – Brad Pitt em Bastardos Inglórios.
3 – Alec Baldwin em Os Fantasmas se divertem.
4 – Abigail Breslin em Pequena Miss Sunshine.
5 – Philip Seymour Hoffman em Capote.

5. Um ator (ou atriz) subestimado.
Leonardo DiCaprio
. Acho que ele passou a barreira do “só um rostinho bonito” há anos, faz interpretações muito boas e ainda assim tem muita gente que vira o nariz pra ele por causa da época de Titanic.

6. Um ator (ou atriz) superestimado.
Que me desculpem os fãs de Robin Willians, mas sempre tenho vontade de desistir de um filme quando vejo que ele está no elenco. Não consigo achar a atuação dele tão boa assim, nunca simpatizo com os personagens que ele fez e geralmente acho os filmes super chatos.

7. Um filme que você assistiu e acha que ninguém ouviu falar.
Um filme que pouca gente que conheço assistiu e eu adoro é Apenas o Fim. Adoro o Gregorio Duvivier nesse filme.

8. Personagens favoritos.
Ferris Bueller, Goose e Chicó.

9. Uma adaptação que ficou melhor do que o livro.
O Poderoso Chefão. O livro é lento e as atuações do filme são sensacionais, é muito mais divertido assistir essa história do que lê-la.

10. Último filme que decepcionou você.
Meninos não choram. O filme é velho, super famoso e só assisti esse final de semana. Achei meio lento, o enredo fica meio parado demais… esperava muito mais.

11. Último filme que superou suas expectativas.
Looper. Achei que seria meio chato, mas o mote é super interessante e te prende até o final.

12. Filmes que todo mundo deveria assistir.
O labirinto do fauno, tem uma direção de arte linda, a história é sensacional… só tenho coisas boas para falar desse filme.

13. Filme mudo favorito.
Nunca tive muita paciência para filmes mudos, então acho que o único que assisti inteiro até hoje foi Tempos modernos, na escola.

14. Filmes que você sabe que deveria assistir, mas simplesmente não consegue.
A trilogia antiga de Star Wars. Assisti a nova trilogia no cinema, mas nunca assisti qualquer um dos filmes antigos inteiro, só um pedaço ou outro.

Indico a Ba Moretti e a Livs para responderem essa tag. :)