casa

Tag: Minhas 7 sensações favoritas

Ahhhh, quanto tempo sem responder tags! E aí veio a Miche linda e me indicou essa que foi tão prazerosa de responder. Obrigada, Miche!

A ideia é que eu escolha 7 sensações que mais goste, mas olha: foi difícil. Passei alguns dias listando e acabei com uma lista enorme. Hahaha. Tive que ir limando e ficaram essas. Isso não quer dizer que essas sejam minhas favoritas, fui eliminando por coisas que tenham acontecido mais recentemente. Geminiano é um ser avesso à escolhas definitivas, né? Nisso sou MUITO meu signo, não tem jeito.

Colocar os óculos

caro-oculos
Óculos pra ser madrinha de casamento: CLARO QUE SIM! Se não eu nem conseguiria prestar atenção à cerimônia. :p

Tenho 1,5 de miopia o que, pra muita gente, não é muita coisa. Mas é. Com esse grau eu não exergo muito bem algo que esteja a mais de um metro de distância, fico meio perdida e desorientada, não ouço direito e, o pior de tudo, não consigo me concentrar em nada. Sim, tudo isso acontece quando eu tento enxergar alguma coisa de longe sem óculos. Em compensação, para ficar no computador e para ler não uso, me incomoda. Vai entender.

Voltando à sensação, quando eu coloco fico normal de novo e olha, não há coisa melhor do que enxergar, ouvir direito e conseguir pensar claramente. Pode ser loucura minha, mas conheço outros “4 olhos” que também passam por esses “sintomas” quando estão sem os óculos.

Usar sapato novo

Um dos últimos sapatos novos por aqui, nunca resisto a tirar foto deles. X)
Um dos últimos sapatos novos por aqui, nunca resisto a tirar foto deles. X)

Ahhhhh, a delícia que é colocar um sapato novo nos pés. Primeiro tem o prazer de experimentar, gostar e levar pra casa. Aí vem todo um ritual: escolher uma roupa bem bonita pra que ele combine super bem na primeira saída. Acho que esse é o momento em que tenho mais prazer em me vestir. Hahaha. Adoro pensar em um look “certo” pra estrear um sapato.

O mais engraçado é que isso tenho desde criança. Lembro de uma vez em que saí com a minha mãe para ir ao banco e estava precisando de um tênis novo. No caminho passamos em uma loja e ela comprou um pra mim, eu já quis sair da loja com ele no pé. Fomos ao banco e, de tanto que eu olhava pro meu pé e ficava falando do tênis com a minha mãe, a mulher que estava na minha frente na fila virou e falou “é novo esse tênis?”. HAHAHAHHA. Ôôôô vergonha! Eu devia ter uns 10 anos, lembro até hoje da cena certinha, qual era o tênis e tudo mais. X)

Lençol limpinho

Cama desfeita após acordar, por Shutterstock.
Cama desfeita após acordar, por Shutterstock.

Sabe quando você chega em casa cansado, toma banho, coloca o pijama e deita na cama com aquele lençol limpinho, que você acabou de colocar na cama? POIS É. Caramba, é quando eu durmo melhor. O cheirinho de limpo do lençol, ele bem esticadinho na cama.. ô delícia! Acho que é exatamente por isso que muita gente diz que dorme bem em hotel, sabia? O lençol faz sim muita diferença.

Cheiro de roupa limpa no varal

Roupas coloridas secando no varal, por Shutterstock.
Roupas coloridas secando no varal, por Shutterstock.

Lavar roupa sempre foi uma coisa que gostei de fazer, só não digo que fazia isso desde criança porque minha mãe gostava de fazer e nunca me dava a oportunidade. HAHAHA. Mas desde que sou responsável por lavar as minhas roupas curto muito essa tarefa. Separar a roupa, colocar na máquina, escolher sabão e amaciante cheirosos… tudo para, quando eu estender a roupa no varal o cheiro de roupa limpinha invada a casa. E quando tenho que sair logo depois e volto pra casa com o cheiro tomando todo o lugar? Afe maria, melhor momento! <3

Lavar a mão quando ela está suja

Lavando as mãos com sabão debaixo da água corrente, por Shutterstock.
Lavando as mãos com sabão debaixo da água corrente, por Shutterstock.

Eu tenho mania de lavar a mão depois de mexer em praticamente qualquer coisa. Começou porque meu nariz coçava quando eu brincava com os meus cachorros em casa. Depois de adulta, com a alergia à pó e cheiro, virou uma necessidade e, daí, pra virar hábito foi um pulo.

Adoro chegar em casa com aquela sensação de mão suja (peguei dinheiro, encostei em um monte de coisas em lojas, etc, etc) e lavar a mão com calma. Lava a palma, as costas da mão, entre os dedos… e fico tranquila de que o nariz e o olho não vão reclamar. Haha. Depois é só passar um pouco de hidratante de mão e pronto.

Ok, vocês já devem estar achando que sou uma louca por limpeza tipo a Mônica Geller. Juro que não sou, mas é que essas três últimas sensações são muito boas e vivem acontecendo por aqui. :p

Tomar chá quente no frio

Stroopwafel e chá da tarde, por Shutterstock.
Stroopwafel e chá da tarde, por Shutterstock.

Alguém aí ainda não sabe que adoro o frio? Uma das coisas que mais gosto é quando estou com frio, faço um chá bem quentinho e vou sentindo ele me esquentar por dentro enquanto tomo. Quase que dá pra ver tudo por dentro passando de azul-com-frio pra vermelho-ai-que-quentinho. Hehehe. Se tiver um stroopwafel pra acompanhar, melhor ainda.

Entrar em um avião sabendo que quando sair estarei em um lugar completamente diferente

Embarquei em Zurique e desci em São Paulo, ô sensação boa!
Embarquei em Zurique e algumas horas depois via São Paulo pela janela, ô sensação boa!

Como não amar essa sensação? COMO? Você está lá, na sua cidade, aí entra em um avião e PUM!, sai em outro estado ou país depois de algumas horas de leitura, filmes e cochilos. Caramba, gente. Acho isso sensacional. Andar de avião é sempre uma alegria pra mim, por menor que seja a viagem.

Deixei de fora o cheirinho da comida sendo feita em casa (principalmente no Natal), o abraço de quem a gente ama, receber uma carta, presentear alguém… é muita sensação boa pra gente escolher só sete, essa tag tinha que ser de pelo menos 15 escolhas. Hahaha. E pra vocês, quais são as melhores sensações?

3x6x9: cotidiano

3 amigas, 6 fotos, todo dia 9. O formato do projeto fotográfico já é bem conhecido e eu, Dani e Mari resolvemos fazer um só nosso e escolhemos temas aleatoriamente. Eu no Brasil, a Mari em Portugal e Dani na Nova Zelândia. Oceanos separando a gente, enquanto fotografamos o mesmo tema durante o mês. ;)

Eu ia fazer fotos fofinhas de alguns momentos que mais gosto no dia, mas para isso já teve um tema, né? Depois pensei em acordar e ir tirando fotos de um dia comum por aqui, mas quase todo dia tem alguma coisa diferente. Daí pensei em mostrar a real, aquele lado que nunca mostro aqui e que faz parte do meu cotidiano. Coisas pequenas, tarefas diárias, costumes… aquilo que tá sempre presente na minha vida e eu quase nunca falo sobre. ;)

3x6x9-cotidiano2

A roupa para lavar – Essa é uma daquelas coisas que quando você mora sozinho (ou casa, ou vai morar numa república ou qualquer coisa assim), você tem que fazer. Não importa que você passe um mês trancado dentro de casa sem botar a cara na rua, você ainda terá bastante roupa para lavar. Eu que lavo toda a roupa aqui em casa, é uma coisa que gosto de fazer, não acho chato nem nada. Mas ODEEEEIOO ter que botar roupa de molho, por isso geralmente só as brancas passam por esse processo e, muitas vezes, só toalhas e lençóis. Esfregar roupa no tanque é outra coisa que não faço de jeito nenhum, no máximo alguma camisa que manchou com vinho ou molho de tomate, mas esfrego pouqíssimo. Haha. Dona de casa meia boca, eu sei. Mas juro que não ando suja por aí, não precisa deixar tudo quanto é roupa de molho, gente!

3x6x9-cotidiano

O vento – Moro no 18º andar e aqui venta MUITO, todos os dias. Deixo a janela do quarto aberta e na sala fica a maior ventania, tamanha a força do vento. Sair na sacada em dias como hoje (essas fotos são de umas 2h atrás), só com o cabelo preso. Eu amo, adoro a sensação de que se deixar uma janela aberta tudo já fica arejado.

3x6x9-cotidiano3

A louça suja – Outra coisa que NUNCA acaba. Aqui em casa tanto eu quanto o Henrique odiamos lavar louça, então é uma enrolação sem fim. Geralmente a louça da noite fica para a manhã do dia seguinte e eu lavo tudo enquanto preparo o café, rapidinho. Assim começo o dia sem essa pendência, se não fico toda hora me xingando porque tenho que ir lavar a louça, um inferno. No resto do dia a gente tem a política de lavar logo que usa, pra manter tudo em ordem.

3x6x9-cotidiano4

Sapatos na sala – A gente chega, senta no sofá e tira o sapato. Aí ele fica ali, até a gente sair de novo, mas se a gente resolve usar outro sapato aquele primeiro fica ali no tapete e assim vai. Quando a gente percebe já tem quase meia dúzia de pares perto do sofá. Isso sem contar os tênis de corrida que deixo de propósito debaixo do cabideiro no corredor pra não precisar abrir armário ao sair cedo. Já tentei perder o costume de tirar o sapato ali, mas é tãããooooo gostoso chegar da rua e tirar o sapato antes de sair andando pela casa. Agora me policio para recolher os sapatos dali toda manhã, mas não é sempre que lembro (tipo hoje, quando tirei essa foto).

3x6x9-cotidiano5

Mesa de trabalho abarrotada – Já tentei, mas definitivamente não sou daquelas pessoas que trabalham em uma mesa quase sem nada, super organizada. A minha é cheia de coisa, muitas vezes bagunçada, mas ainda assim organizada. O celular fica quase sempre entre mim e o teclado (que é bem afastado da ponta da mesa pra não dar motivo pra tendinite reclamar frequentemente), quando estou trabalhando em algum material impresso também fico sempre com a régua perto do teclado. O copão de água está sempre aqui, quase sempre vazio (tomo a água muito rápido e fico com preguiça de levantar para encher logo), tem hidratante de mão, lábio e cutículo, mil post-its, cadernos, referências de jobs e muuuuuuitooos lápis e canetas. Uso tudo, juro! Hahaha

3x6x9-cotidiano7

Harry Potter na TV – Se o Henrique senta na frente da TV e vê que está passando algum dos filmes do Harry Potter (HP e o Prisioneiro de Azkaban, no caso de hoje), ele deixa a TV ligada para ir ouvindo do escritório dele enquanto trabalha. Aí eu vou buscar água, paro um pouco para assistir alguma cena, depois ele que faz isso… e assim a gente acaba revendo alguns pedaços do filme. É muito comum isso acontecer aqui em casa. :)

Vai lá ver o cotidiano da Dani e da Mari também. ;)

Cafeteira de cápsulas: quero ajuda!

Tenho uma cafeteira pequena, tradicional, e ela dá conta do recado. Praticamente só quem toma café aqui em casa é o Henrique, então ele faz poucas xícaras algumas vezes por dia e pronto. Mas eu sempre quis uma cafeteira de cápsulas porque adoro capuccino, chocolate quente e praticamente todas as bebidas diferentes que já experimentei, feitas nesse tipo de máquina.

capuccino-bonito

Agora de tarde tava trabalhando e deu vontade de tomar alguma coisa gostosinha, sabe? Fui até a cozinha, ia fazer um chá, mas não era exatamente isso que eu queria. Voltei, sentei aqui e fui pesquisar uma cafeteira nova porque tudo o que eu queria era uma capuccino bem gosto agora. Hahaha. Acabei caindo em uma promoção do Submarino e tô aqui pensando em comprar alguma delas. Desculpa, sou dessas impulsivas.

cafeteiras-capsulas-duvida

A máquina que todo mundo que conheço tem é a Dolce Gusto, que está com um preço ok. Eu sei que é relativamente tranquilo de encontrar cápsulas e os sabores são bons, já experimentei vários. Outra que sempre vejo por aí é a Senseo da Phillips, que está com o preço mais tentador. Como não conheço ninguém que tenha, fico meio “assim”. E a última, que tenho que confessar que só entrou na minha lista por conta daquela xícara fofa em formato de coração que vejo todo mundo postando, é a máquina da Tres. Ela tem o preço mais alto das três, mas fico achando que encontrar as cápsulas dela talvez seja mais fácil, já que é de uma marca nacional.

E aí, você tem alguma? Me conta se ela é boa, se é fácil de encontrar cápsulas, se você acha que vale a pena? Me ajuda? :)