brasil

Clica aí, colega! #21

Já falei que gosto muito do Jesse Eisenberg? Sempre que sai um filme novo dele, fico querendo assistir. Aí vi esse post do Brainstorm9, sobre como os fãs terem reclamado da tradução do nome do novo filme dele funcionou (a Paris Filmes alterou!), assisti o trailer e tô aqui doida pra ver logo American Ultra. Parece ser bem engraçado.

links-semana-21a

– Depois de 1 ano e meio na vida de freelancer, posso dizer: se você tem vontade de trabalhar em home office, FAÇA! Aqui no Follow the colours tem dicas ótimas de como fazer isso.
– Não tenho cachorro e, exatamente por isso, evito dar minha opinião sobre a alimentação do cachorro alheio, mas concordo muito com esse post do Hypeness: se devemos comer comida natural, por que nosso pet só se alimenta de comida industrializada? Já tive dois cachorros e, para os dois, a ração era só um petisco, algo que comiam quando estava com fome no meio da tarde e não tinha mais nada pronto. Minha mãe cozinhava arroz e carne para eles sempre, dava frutas e alguns legumes. Um viveu 18 anos e o outro, completa 18 anos esse ano. Claro que um cachorro de 18 anos já tem alguns problemas de saúde, mas os dois viveram, pelo menos, 16 anos super bem.
– A Amanda tem um dos meus blogs favoritos (acompanho há muitos anos e soooofro quando ela fica muito tempo sem escrever) e fez um texto bem legal sobre aquela sensação que todo mundo tem ao olhar a vida do coleguinha nas redes sociais, de que todo mundo tem uma vida mais legal do que a nossa. Será que é assim mesmo?
– Qual a importância de uma banda na vida de um fã? Esse cara que, 15 anos depois, enviou um cheque ressarcindo sua banda favorita por ter vendido cópias piratas do disco deles, mostra que tem muita importância. A notícia é do Tenho Mais Discos que Amigos.
– Acompanho o projeto #100lovesongs, da Renata, pelo Instagram e adorei ver a explicação dela para como e porque o projeto foi iniciado. Acho lindas as artes dela!

links-semana-21b

Sutiã sempre foi um problema pra mim e demorei anos até descobrir o tamanho do meu! Esse guia da Ju Romano está ótimo.
Vestidos de casamento + Disney = um ensaio fooooofo, com as modelos com a maior cara de princesas. Achei uma graça esse ensaio, postado pela Lia.
– O inverno está no fim (por aqui, parece que já é verão. QUE HORROOOOOR!), mas visitar Campos do Jordão não precisa ser só nessa estação, né? A Nana foi para lá e deu dicas de passeios diferentes, vários que eu nunca fiz. Fiquei querendo voltar à cidade para conhecer o Museu Felícia Leiner.
Belo Horizonte sempre esteve na minha lista de cidades-desejo aqui no país e, depois de ler esse post da Rê Biscoito, preciso ir pra lá o quanto antes. Quem sabe não me animo com alguma promoção de passagens, né?
– Outro lugar que eu sempre quis conhecer é o Rio Grande do Sul. Amo o sotaque, toda foto que vejo das cidades me encanta.. e esse post da Julia lá no E aí, beleza? me fez babar. O que são essas ruínas em São Miguel das Missões? :O

3x6x9: vontades

3 amigas, 6 fotos, todo dia 9. O formato do projeto fotográfico já é bem conhecido e eu, Dani e Mari resolvemos fazer um só nosso e escolhemos temas aleatoriamente. Eu no Brasil, a Mari em Portugal e Dani na Nova Zelândia. Oceanos separando a gente, enquanto fotografamos o mesmo tema durante o mês. ;)

Tive que me segurar para não postar só foto de comida? Claro que tive! HAHAHA. :p

3x6x9vontades06

E o friozinho chegoooooooooou! Essa semana fez 16 graus por aqui e eu tava com um sorrisão de orelha a orelha. Não consigo explicar o quão feliz fico quando as temperaturas baixam. Sério. Minha grande vontade é que o tempo frio dure o máximo possível. Espero que São Pedro me agrade e eu possa curtir meus cházinhos quentinhos por bastante tempo esse ano. <3

3x6x9vontades02

Todo dia, às 18h, os sinos de uma igreja perto de casa batem. Geralmente olho pela janela enquanto isso acontece, meio que por reflexo, e desde que o horário de verão acabou é isso que vejo. Tenho vontade de largar tudo só para ficar olhando ou fotografando o pôr-do-sol e foi isso que fiz anteontem.

3x6x9vontades04

Com esse friozinho e a preguiça que ando tendo, dá vontade de passar o dia na cama. Como não posso fazer isso, tenho ido pra cama super cedo em alguns dias, pra dar conta do sono. Hehehe. X)

3x6x9-vontades03Em março rolou aquela grande manifestação contra o governo Dilma em várias cidades e um dos prédio vizinhos ao meu ficou assim. Fotografei porque a vontade de ter um Brasil melhor é grande, só que eu (e, veja bem, estou falando só sobre mim) não acho que seja simples, rápido ou que o problema esteja em um único partido. O caminho vai ser longo e difícil, com certeza. Mas a vontade está aí. ;)

3x6x9-vontades01

Eu (e, aparentemente, toda a internet) continuo viciada em colorir o Jardim Secreto e a vontade de passar o dia pintando essas páginas é grande. Pena que não dá, né? Tenho que me contentar com meia horinha por dia, mais ou menos.

3x6x9-vontades07

Ontem viemos para a praia passar alguns dias e hoje, ao sair para correr, a vontade era de sentar na areia e passar o dia por lá, de bobeira. Fiz isso por uns minutinhos e voltei pro apartamento. Trouxe o computador e tenho que trabalhar. Acho que ficar de bobeira na praia só vai rolar amanhã ou sábado. Fuén.

Vai lá ver as vontades da Dani e da Mari também. ;)

Andei lendo: Independência ou Mortos | Abu Fobyia

independenciaoumortos

Queria ler esse HQ desde o lançamento e sempre deixava para comprar depois. Aí veio a linda Black Friday da Nerdstore, o livro ficou com o menor preço que tinha visto até então e não resisti. ;)

A história toda começa com a vinda da família real portuguesa para o Brasil, quando D. João VI precisou fugir de Lisboa para escapar do exército de Napoleão. Eles teriam longos meses no mar até chegar aqui, mas uma infestação zumbi tomou conta do navio e, por sorte, eles conseguiram fugir para um navio inglês que os escoltava. O personagem principal é D. Pedro I, que começa o livro ainda criança e termina declarando a independência do nosso país em meio à luta contra os zumbis.

Achei a história divertida, é legal ver como eles conseguiram juntar personagens e acontecimentos reais com uma infestação zumbi. Eu sei que tem um monte de livros de clássicos misturados à zumbis e outras criaturas, mas nunca li nenhum deles.

A ilustração é super bem feita, o livro é muito bem-feito (capa-dura e tudo!) e os diálogos tem piadinhas a todo instante. É uma história em quadrinhos gostosa de ler, para rir um pouco de personagens históricos inseridos em um mundo completamente fantasioso.

Preço: R$29,90 na Nerdstore

Este livro me ajudou a cumprir o item 24 do 2015 Reading Challenge.