blogueiras

As 10 coisas mais legais de novembro de 2014

Já tá oficialmente permitido falar que esse ano passou voando, né? E passou! Novembro começou outro dia mesmo e já tem quase 10 dias que ele acabou. Oloco, gente!

melhores-mesdez14a02/11/2014 – Desculpa, mas eu já posso dizer que corri no Parque da Xuxa. Hahaha. A SP Run foi super divertida, adorei ter Paquitas torcendo por mim. Hahaha. | 08/11/2014 – Almoço/jantar com a minha princesa favorita, em uma das melhores hamburguerias que conheço (e é da Província! <3). A gente come, fala e bebe tanto que sempre saímos de lá super felizes.

melhores-mesdez14b

08/11/2013 – Saí de um fim de tarde cheio de comida e fui pra onde? Isso mesmo, pra uma festa de aniversário! Ô maravilhosidade! Comidinhas, amigos, risadas e a fofura da Lelê fizeram a noite ser uma delícia. | 09/11/2014 – Como se o sábado já não tivesse sido o reino de todas as calorias, no domingo teve festinha de criança. A Duda, filha de um amigo, completou 4 anos e a gente passou uma tarde super gostosa no buffet comemorando. :)

melhores-mesdez14c

12/11/2014 – Já falei sobre o amigo-secreto do fim do mundo, mas não podia deixa-lo de fora dessa lista. <3 | 15/11/2014 – Fomos algumas vezes treinar no parque que tem aqui perto de casa. Morri com as subidas do percurso, mas foi uma delícia sentar na grama depois do treino e descansar vendo os cachorros nadarem nesse lago. Tudo bem que bem nesse dia eu levei algumas picadas de formiga e fiquei com alergia, mas eu já tô acostumada com isso. Hahaha.

melhores-mesdez14d

22/11/2014 – Nunca tinha corrido em São Caetano e fui com o Henrique, os amigos, meu irmão e cunhada na pipoca de uma que teve no fim da tarde. Tava vazia, o percurso era todo plano.. uma delícia acabar o sábado assim. Claro que depois a gente foi jantar no Outback e comeu feito malucos, mas tá tudo certo. Hahaha. | 24/11/2014 – Finalmente consegui voltar a ler num ritmo bom. No começo do ano li vários, depois fiquei meses sem encostar em um livro… só agora consegui me organizar para voltar a ler. Tão bom!

melhores-mesdez14e

25/11/2014 – Noite de autógrafos do Livro do Bem e eu fui lá garantir a minha edição autografada. O livro tá uma delícia, tenho me divertido preenchendo ele. As meninas do bem estão de parabéns! | 29/11/2014 – Fazia muito tempo que eu, Lec e Ju tentávamos e nunca conseguíamos bater as agendas. Matamos a saudade em uma tarde no parque, com a Rafa brincando e fazendo lindezas. Jeito perfeito pra acabar o mês.

Ideias para agitar o amigo-secreto

Uma das melhores coisas de final de ano pra mim são os amigos-secretos (ou amigo-oculto, dependendo de qual região do país você é). Gosto tanto que já participei de vários fora de época e adoro quando rola algum com as amigas da internet, com a entrega pelos correios. Como falei de um assim, na semana passada, resolvi fazer uma lista de ideias para você deixar a brincadeira mais interessante esse ano. Algumas já fiz, outras não (mas um dia ainda vou fazer, me aguardem! Hahaha).

Amigo do fim do mundo
Falei desse tema mas não expliquei tão bem, né? Foi ideia minha, para o final de 2012 (quando o mundo teoricamente acabaria).

Foto: P3K
Foto: P3K

Como funciona: Cada pessoa tem que escolher dois presentes para o amigo que pegou. O primeiro é algo que a pessoa tenha que ter antes do fim do mundo. Vale um cd que você adora e todo mundo deveria conhecer, um livro, um tratamento de beleza, um álbum de fotos da família… pense no que você acha que todo mundo tem que ter ou fazer antes do mundo como conhecemos acabar. O segundo é algo que vai ser útil para a pessoa, caso ela sobreviva ao fim do mundo. Aqui vale você inventar o porque do mundo ter acabado (zumbis? meteoro? falta de recursos naturais?). Já ganhei chinelo pra matar baratas (pq elas vão sobreviver à qualquer coisa que aconteça na Terra, pode ter certeza), livro e kit de comidas.
Porque é legal: é difícil. Hahaha. A ideia parece simples, mas a gente quebra a cabeça para conseguir um presentes que seja legal, agrade e ainda tenha sentido na brincadeira. Um ótimo exercício de criatividade.
Ideal para: grupo de amigos, principalmente os que curtem zumbis e histórias apocalípticas. Foi muito engraçado quando fiz com os amigos, surgiram coisas muito inusitadas.

Amigo arco-íris
Esse é um dos meus temas favoritos, ideia da Lec. <3

Foto: Gina Rae Miller
Foto: Gina Rae Miller

Como funciona: Além de sortear quem tira quem, você tem que definir uma cor por pessoa – por escolha, sorteio ou qualquer outro meio. Cada um sabendo sua cor e a pessoa que tirou, é hora da magia: montar uma caixa com vários presentes que sejam na cor determinada. O legal é misturar coisas bem diferentes (doces, bebidas, roupas, maquiagem, itens de decoração, etc) e fazer uma caixa bem eclética. Os presentes podem ser baratinhos e ter ou não um mais caro, sendo o principal.
Porque é legal: participei de um assim ano passado e foi MUITO legal. A ideia de encher uma caixa com presentes só de uma cor deixa a gente neurótico e com o olho treinado. Dá para encher a caixa com coisas super diferentes entre si e ainda assim ter um resultado visual LINDO. Fiquei com vontade de fazer um desse todo ano.
É ideal para: grupo de amigas, pra poder encher de mimo bobinho e fofo. O melhor é ser feito em grupo de 7 pessoas, assim cada uma fica com uma cor do arco-íris.

Amigo internacional
A ideia surgiu com o mesmo grupo de amigos do “fim do mundo” quando um dos casais estava de mudança do país. Acabamos não entregando os presentes e desistindo, por falta de tempo, mas acho a ideia bem boa.

Foto: Not on the high street.
Foto: Not on the high street.

Como funciona: Como a ideia acima, além de sortear quem tira quem você tem que definir um país tema para cada um. E aí, você tem que escolher presentes que tenham ligação àquele país que ficou definido para você. Vale presente fabricado no país, que lembre alguma tradição, algum filme, livro ou algo do tipo que faça referência à ele. Quando brinquei, peguei a China e ó: foi a maior dificuldade encontrar algo que combinasse com meu amigo e tivesse ligação com o país.
Porque é legal: de novo, a criatividade. É fácil pensar em coisas para cada país, mas fica difícil quando você quer escolher algo que agrade ao amigo também. Fora que se você pegar algum país que não conhece muito, tem que estudar um pouquinho e aprende coisas novas. ;)
É ideal para: família ou amigos, que gostem de viajar. Para quem curte botar o pé na estrada é um prato cheio ter que pensar na cultura de outros lugares.

Amigo sapateiro
Tem coisa melhor do que ganhar sapato? Tem: ter certeza de que vai ganhar isso no amigo-oculto.

Imagem: Paper Fashion.
Imagem: Paper Fashion.

Como funciona: sorteia normalmente, define um valor mínimo e simbora todo mundo ganhar sapato. Vocês podem definir modelo e/ou cor que querem ou viver perigosamente e só passar o número que cada um calça (eu gosto mais dessa opção, odeio escolher o que vou ganhar). Participei de um assim na época do Plastic Fantastic e adivinha? Só valia dar Melissa. Hahaha. Foi bem divertido.
Porque é legal: SAPATOS! Precisa de mais?
É ideal para: grupo de amigas ou entre a mulherada da família. Se você tem algum amigo que curte sapato, bota ele na brincadeira também!

Além desses tem os mais tradicionais: de roubar, de sortear na hora (com algum presente genérico)… esses são bons para organizar em cima da hora.

E você? Já brincou de algum amigo-secreto diferente? Me conta! :D

Clica aí, colega! #10

Pouquinhos links essa semana, não deu tempo de ler muita coisa. ;)

links-semana10

– A Anne deu dicas de bandas legais que ela conheceu esse ano. Depois desse post, fiquei apaixonadinha por Dan Croll.
– Quando eu falo que sou esquecida, ninguém me leva muito a sério. Mas olha, eu passo por todas as coisas dessa lista. TODAS. Infelizmente.
– Já pensou em transformar um carrinho de mercado em poltrona? Ideia super boa que a Sôssô postou.
– Não conhecia o projeto Fale com estranhos e achei os vídeos bem interessantes. Dica da Maqui.
– O peso da frase “Faça o que você ama, ame o que você faz” tá sobre seus ombros? Vem cá e lê esse texto da Isa, vamos conversar sobre ser super ok você encarar seu trabalho somente como fonte de sustento para fazer o que você realmente ama e ser feliz com isso.