arte

Paris – Louvre

paris-louvre

O Louvre foi o único museu que visitamos em Paris, principalmente porque não temos muito saco de ficar visitando muito museu em seguida. Então preferimos ir apenas no que mais queríamos e passear por outras atrações no resto do tempo. Achei que foi super acertado termos feito isso, porque vimos tudo o que queríamos no Louvre numa boa, com o maior saco do mundo para parar e ficar olhando as obras, lendo explicações e tal.

Chegamos e já fomos para a ala Denon, ver a Monalisa. Passamos por coleções de arte italiana, francesa, espanhola, inglesa… quadros de cair o queixo, um mais perfeito que o outro. Alguns parecem fotografias, de tão perfeitos. Incrível o talento dos artistas.

Moninha cheia de reflexo. Foi mal.
Moninha cheia de reflexo. Foi mal.

Quando chegamos à sala da Monalisa, nem precisamos olhar o mapa: a sala estava cheia, um aglomerado enorme de gente em frente ao quadro – que eu não sei se você sabe, mas não é um quadro muito grande. Oficialmente ele tem 55 x 77cm. ;)

Depois fomos para a ala Sully ficar hooooras olhando, babando e quase chorando ao ver todo o acervo egípcio que o museu tem. É muita coisa, é muita história, foi muita emoção pra gente ver de perto tudo isso. Sério, foi o momento deslumbração de Paris. Hahaha. Eu e o Henrique somos doidos pelo Egito, piramos demais vendo múmias, sarcófagos e tudo mais. Foi foda. <3

paris-louvre03 paris-louvre04 paris-louvre05 paris-louvre06

Mais informações: Site oficial e mapa do museu em português.

Clica aí, colega! #9

links-semana-9a

– Começo a lista com um auto-jabá: botamos em promoção todas as camisetas do Corre Mulherada!. O preço tá bacana, a malha é puro amor e a gente morre de orgulho sempre que vê alguém usando elas por aí. Se você pratica esportes, vai lá dar uma olhada nos modelos. ;)
– Sou apaixonada pela série Graphic SP, da Turma da Mônica. Tenho os três primeiros (e vivo pensando em fazer um post sobre eles), mas fiquei um tempo sem checar os lançamentos e vi nesse post da Adri sobre dois novos títulos. Compro os meus logo logo!
– E já que estou falando de livros… esse novo box da edição britânica de Harry Potter tá a coisa mais linda. Não me canso nessas novas capas!
– A Dani falou sobre aprendizados super importantes para lidarmos com o medo, o sucesso, os sonhos e a felicidade. Tudo verdade, tudo coisa que também aprendi muito nesse último ano.
– Precisa usar a criatividade e empacou? A Bia te mostra 5 maneiras para fazer o cérebro acordar. A número 1 é a que mais funciona para mim, sempre que travo em algum trabalho saio para dar uma andada. Funciona que é uma maravilha!

links-semana-9b

– Esse manifesto da TPM sobre o aborto explica muita coisa para quem ainda pensa no aborto somente pelo ponto de vista religioso. Vale a pena ler tudo e refletir.
– Sonha em parar a vida profissional por um tempo e tirar um período sabático, mas nem sabe por onde começar? No Chicken or Pasta tem uma indicação ótima de como se planejar. Uma coisa é muito verdade: quanto maior sua viagem, menor será o seu gasto diário nela. A minha viagem não foi tão grande e já consegui gastar a mesma coisa que uma pessoa que compra um pacote em agência de viagens gasta para metade do tempo que viajei. O negócio está em planejar a viagem economicamente e sem grandes luxos (mas um ou outro às vezes tá mais que liberado, né?).
– O novo passaporte da Noruega tá a coisa mais linda do mundo. Cadê o governo remodelando o nosso?
– A Dani listou algumas exposições bacanas que estão rolando (ou ainda vão rolar) em SP. Deu vontade de ir em todas!
– A Carol Burgo falou sobre a Antiga Fábrica da Bhering, um polo artístico no Rio que parece ser fantástico. Boa dica para passeio fora do circuito turistão na Cidade Maravilhosa.

Paris – Sacré Cœur, Gallerie Lafayette e 59 Rivoli

Sacré Cœur

paris-sacrecoeur01
Parece até que apliquei esse céu, né? Mas juro que ele tava assim quando chegamos!

Em nosso último dia na cidade fomos conhecer a Sacré Cœur e a região de Montmartre. O dia estava lindo, eu tinha lido que a vista da cidade por lá era ótima… pegamos o metrô e fomos. Estava um calor do cão e quando vi as escadarias achei que não ia dar conta. Hahaha. Um mês e meio de andança e comilança cobram seu preço uma hora, né? Mas fomos subindo devagar e, quando vi, já não tinha mais degrau nenhum na minha frente.

A igreja estava bem cheia, mas a fila andava super rápido. Conseguimos pegá-la aberta para visitação, mas não assistimos à nenhuma missa (que geralmente ocorrem na parte da manhã). A arquitetura é linda de morrer, os detalhes, as imagens… depois de olharmos tudo por dentro, demos uma volta para vê-la de fora e achamos ainda mais linda.

paris-sacrecoeur02 paris-sacrecoeur03 paris-sacrecoeur04 paris-sacrecoeur05 paris-sacrecoeur07

Na hora de ir embora, a surpresa: o tempo fechou, caiu uma chuva lazarenta e eu fiquei completamente ensopada e gelada. Hahaha. Sério, a gente olhou pro céu e tava tudo azul, super aberto. Deu um minuto, fechou tudo e caiu o maior aguaceiro. Bom que durou pouco e logo voltou o sol – aí sequei rapidinho. ;)

De lá iríamos para a Champs Elysées, então resolvemos ir andando para conhecer um pouco mais a cidade. Eu sei que Montmartre é o bairro do restaurante da Amélie Poulain, mas nem procurei por ele. Também não sou nada fã de Moulin-Rouge, então nem ia até o cabaré. Acabamos nos perdendo e dando de cara com ele, então foi tudo o que vi de famosidade cinematográfica na cidade.

paris-sacrecoeur06

Para saber mais: Site oficial.

Gallerie Lafayette

paris-lafayette01

Estava um dia muito quente, a gente andou horrores e precisava sentar um pouco para descansar. Estávamos por perto e lembrei que tinham me dito que no terraço da Gallerie Lafayette tinha uma área para sentar e apreciar a vista, então fomos direto para lá.

Não vou falar sobre compras na loja porque, sinceramente, só andei um pouco por dentro dela procurando uma marca de chá que minha mãe tinha pedido para eu comprar (e não achei). Tava super cansada do sol, só queria sentar e aproveitar um pouco. Fico totalmente sem saco para fazer qualquer tipo de compra quando tô cansada, vocês não?

paris-lafayette02
Alguns dos andares e a cúpula LIIIIINDAAAAAA. :O

A loja é ENORME e tem 10 andares ao todo. Tem andar só de brinquedos, de lembrancinhas, de roupas, de sapatos, perfumes… o paraíso das loucas gastadeiras. Eu basicamente só rodei por eles enquanto subia as escadas rolantes, para chegar no terraço – no 8º andar.

Lá no topo você pode ver a cidade (e as “costas” da Opera Garnier), sentar na grama artificial ou nos banquinhos e ficar relaxando enquanto toma drinks (ou não, a gente não pediu nada e ninguém brigou com a gente. haha). Fomos no meio da tarde e tinha bastante turista e alguns parisienses descansando depois do trabalho. Tinha um grupo de amigos (esses do canto direito da foto) que ficou lá um tempão cochilando, conversando, fumando, rindo… pareciam tão tranquilos, sabe? Delícia de ver.

paris-lafayette03
E esse céu? <3

paris-lafayette-rroftop

Endereço: 40, Boulevard Haussmann.
Mais informações: Site oficial.

59 Rivoli

paris-rivoli

A 59 Rivoli foi uma dica que me deram quando eu já estava em Paris (valeu, Paulinha!) e, como eu tava andando e parecia super legal, fomos até lá. O lugar é uma casa de cinco andares onde você pode entrar e ir passeando pelo ateliê de vários artistas. Passamos bem rapidinho, mas o lugar é super legal. Vale muito a visita.

paris-rivoli02

Mais informações: Site oficial.