#casórioamaralfernandes: o vestido

Quase 7 meses depois, vamos começar a falar de casamento por aqui? Vamos sim porque eu quero entrar nesse blog daqui uns anos e ver meu casamento por aqui. HAHAHAHAH X)

Resolvi começar falando do vestido porque ele foi um dos pontos mais “críticos” pra mim durante todo o processo. Minha ideia inicial era gastar até R$ 1.500,00 nele e aí adivinha? Nas lojas que visitei, de compra e de aluguel, tudo o que eu gostava estava mais do que R$ 5.000. Sou bem mão de vaca e nunca tive aquele sonho todo em ter um vestido de noiva perfeito, sabe? Achei que não valeria a pena investir tanto assim em um vestido para algumas horas, então parti procurar o meu em sites gringos. Cheguei até a fazer um post aqui, lembra?

Fiquei na maior dúvida porque cheguei a me apaixonar por um vestido da Pó de Arroz, mas não encontrei dele para vender no Enjoei e eu realmente não queria gastar o que ele custa novinho na loja. É lindo (continua sendo um dos meus vestidos de noiva favoritos, aliás), mas não era pra mim. Aí depois de procurar alguns dias pelo AliExpress, encontrei o meu. Simples, singelo, branco (eu queria offwhite, mas só faziam em branco, então branco foi), com um preço bem ok e em uma loja cheia de bons reviews. Resolvi arriscar, encomendei e foi tudo super rápido: em 15 dias eles já haviam confeccionado o vestido e enviaram. Aí veio meu problema: bem nessa época a Receita Federal brasileira entrou em greve e meu vestido ficou 2 meses parado. Eu sabia que teria que fazer ajustes e ainda tinha a questão de talvez o vestido não ser tão legal pessoalmente quanto eu havia visto nas fotos, foi meu maior momento de apreensão durante os preparativos pro casamento. Só que o Deus das Noivas nunca falha e ta-da: na semana do Natal meu vestido foi liberado! \o/

Meu vestido, já ajustado e prontinho para eu vestir. Foto: Amanda Francelino

Fui taxada, mas ainda assim o valor do vestido compensava: a compra ficou em R$ 683,22 (já com o IOF) e a taxa em R$ 214,67, totalizando R$ 887,89. Alto? Eu acho. Mais barato do que o que eu havia visto por aqui? Também e, por isso, achei que valeu a pena.

Entre a compra e a chegada do vestido eu engordei 5kgs. Estava passando por um momento de muito trabalho e descontei na comida, aí quando experimentei o vestido pela primeira vez ele quase não fechou! Hahaha. Momentos de tensão!

AMO vestido com fecho de pérolas, era basicamente uma das únicas coisas que meu vestido TINHA QUE TER. Foto: Amanda Francelino

Sinceramente? O vestido não fez meus olhos brilharem, quando experimentei pela primeira vez não curti o caimento mas, como falei, eu não tinha aquele grande sonho de ter um vestido de noiva maravilhoso, nunca tinha imaginado muito como ele seria, então o meu cumpriu bem o seu papel. Levei ele para uma costureira, ela ajustou, fez a faixa que eu queria para a cintura e ele ficou perfeito em mim. Confortável, valorizou o que eu queria que fosse valorizado e curti muito o resultado final. :)

Prontinha! Foto: Amanda Francelino

A loja em que comprei o vestido fechou. Uma pena, porque eu realmente indicaria eles. De qualquer moda, este é o link do vestido. Os ajustes foram feitos na Ellegancy Costuras. O voilette foi a Mari Peres quem fez e cabelo e maquiagem foi a fada Paula Vidal.

Só achei foto com o Henrique para mostrar o vestido inteirinho. X) Foto: Amanda Francelino

Comentários via Facebook

2 comentários

  1. Isa em | Sempre vem aqui e já comentou 26 vezes. ;) Responder

    veja se eu posso com tudo isso de lindeza, meu deus <3
    sabe amiga, o meu vestido também não foi O vestido: eu achei um modelo bacana na Asos, fiz as contas, sairia infinitamente mais barato que qualquer outra coisa que achei por aqui e FOI ISSO. também fui taxada, também tive que ajustar, e ainda assim? melhor decisão economizar nisso e gastar um pouquinho em outras coisas – tipo as fotos, as fotos maravilhosas! <3 foi o vestido perfeito? não foi, mas acabou sendo, pq tudo foi tão perfeito que nem sequer pensei nisso!

    quero mais post!!!

    1. Ana Carolina em | Administrador/a do blog. Responder

      Num é, Isa? Foi bem isso: escolhi ter um vestido que eu gostasse e que não custasse tuuuuudo o que um que eu amasse eternamente custaria e investi essa diferença em outras coisas que me enchiam mais os olhos. Não me arrependo de jeito nenhum, foi minha melhor decisão. <3

Deixe o seu comentário