Março 2014

As 10 coisas mais legais de fevereiro de 2014

Março tá quase no fim e eu falando de fevereiro. Oooops!

melhores-fev14a

08/02/2014 – Minha primeira corrida de rua em Santo André! Mesmo sem treinar há meses foi uma delícia andar pela cidade à noite com os amigos (e a Margô!) | 08/02/2014 – Jantar em casa com os amigos. Ficamos rindo até de madrugada. | 10/02/2014 – Almoço de supetão na Cantina Gigio. Estávamos na Rua do Gasômetro na hora do almoço, famintos e o FourSquare ajudou a gente a ir à uma cantina super tradicional, gostosa e com preço justo. |  10/02/2014 – Festinha de 2 anos do Samuel. Tão bom ver a felicidade dessa família tão querida! | 15/02/2014 – Irmã e Rebecca por uma semana pertinho. Minha irmã veio trabalhar e eu ajudei minha mãe a tomar conta da Becca alguns dias. <3

melhores-fev14b

16/02/2014 – Jantar com mais amigos aqui em casa. Ô delícia! | 21/02/2014 – Cinema sozinha. Não me canso de dizer o quanto amo fazer isso. Assisti “A Menina que Roubava Livros”, chorei feito doida e adorei. Recomendo! | 23/02/3014 – Chá de bebê da Cecília, com muuuuita gente amada. Tudo lindo! | 26/02/2014 – Bordei feito doida em fevereiro. Em uma semana fiz 3 toalhas. Hahaha. Tava com saudade desse hobby. | 27/02/2014 – Almoço com a Elisa, uma amiga super querida que eu não conseguia encontrar há uns 3 anos.

 

 

E como tem sido?

Essa é a pergunta que mais tenho ouvido ultimamente. “Como está a vida nova?”, “Como tem sido a mudança?”… e tudo o que tenho a dizer é que tem sido bem bom.

Para falar a verdade, a vida nova realmente só começou há uma semana. Finalmente entregamos as chaves do apartamento antigo, terminamos de arrumar o apartamento novo, resolvemos um monte de coisa que estava pendente.. só agora consegui parar e ter tempo para respirar essa mudança. E está sendo uma delícia.

large

É estranho, mas tem sido bem diferente do que achei que seria. Enquanto ainda trabalhava na agência eu achava que iria aproveitar o dia para fazer um milhão de coisas ao mesmo tempo, ia me encher de compromissos, ia visitar aqueles lugares da cidade que sempre quis conhecer e nunca fui. E ó: não tenho feito nada disso. Por enquanto estou tentando voltar a ter uma rotina de exercícios, cozinhar mais em casa (alimentação saudável, aí vou eu!) e fazer tudo com calma. Hoje, por exemplo, tiramos o dia para pendurarmos quadros pela casa. E é assim que eu quero: uma coisa por vez, aproveitando tudo com calma.

Uma coisa que mudou totalmente foi meu relacionamento com a internet. Antes eu passava pelo menos 10 horas por dia com Facebook, e-mail, Twitter, Instagram e algum site de notícias aberto. Lia todo dia algumas categorias do meu Feedly e falava com muita gente. Agora entro rapidinho no meu e-mail, olho o Twitter uma vez por dia (e olhe lá!) e só abro o Instagram quando estou sem nada pra fazer. Não tenho mais paciência para o Facebook, então passo alguns dias sem entrar. Os sites de notícia são visitados às vezes, mas tenho trocado por assistir alguns telejornais e canais de notícia mesmo e meu Feedly está abandonado. Só falo com quem me chama pelo WhatsApp, mas até para ele perdi a paciência e tirei as notificações de grupos. Anda difícil ter paciência para ficar sentada em frente ao computador e ler posts de diversos assuntos. Estanho, né? Me acho totalmente viciada em internet e diminuí muito o tempo que passo nela sem sofrer nem um pouco. Por enquanto tenho a sensação de que acabou minha paciência para ficar sentada aqui.

Se já bateu saudade de trabalhar? Bateu. Tô com saudade de ser obrigada a sentar no computador para produzir e de ter um salário. Hahaha. A parte do salário por enquanto é a que mais tenho saudade, pra falar a verdade. Adorava receber meu dinheirinho todo mês.  O negócio é que por enquanto essa saudade ainda é bem pequena comparada à excitação por todas as outras coisas que posso fazer. E também não sei se é com direção de arte que quero continuar trabalhando, então os freelas que pego já matam a vontade.

Tenho ido à médicos, visto mais a família, encontrado amigos que não via há tempos, assistido TV… tá tudo indo muito bem. Obrigada por perguntar.

ROTAROOTS de março: uma carta para a Ana de 2004

Com tanto coisa que já aconteceu em 2014 fiquei sem tempo de ler meus blogs queridos e perdi algumas novidades. Entre elas, o ROTAROOTS foi uma das mais legais. A ideia toda é juntar blogueiros que gostam e sentem falta do bom e velho diarinho virtual e dar um “gás” neles, incentivando todo mundo a falar um pouco mais de suas vidas através de temas mensais. Eu amei e corri participar. Lá vou eu pensar em tudo o que gostaria de falar pra Ana de 10 anos atrás. :)

ana-20042014

Oi Carô!
Aqui quem fala é a Carô de 2014. Estranho, né? Essa sou eu com quase 30 anos (!!!). Pois é, fia. O tempo não passou, ele CORREU. Esses últimos 10 anos passaram tão rápido que nem parece que faz tudo isso que eu era você.

Uma coisa tenho que te dizer, com toda a certeza: força na peruca. Eu sei que o estágio no bureau não é tudo aquilo que você queria mas ele vai te dar uma base técnica muito valiosa para o futuro. Eu sei que o dinheiro tá curto, que a correria tá pesada e que você tá sem tempo pra nada. Vê se presta atenção em tudo o que o Cadu e o Marcelinho te ensinam, não leva tudo tão na boa. Calma que logo logo você vai pra uma agência. A agência vai ser uma experiência completamente nova, você vai encontrar gente querida e que vai te abrir novos horizontes. Logo mais seus dias vão ficar muito mais divertidos, cheios de brigadeiros e todo o tipo de maluquices que uma equipe jovem e muito criativa pode inventar em uma agência pequena com uma jornada de trabalho de bom tamanho.

ana-20042014b

Ah! Falando em jornada de trabalho, te prepara pra longas horas perdidas na frente do computador, compromissos perdidos e algumas noites viradas. Sim, é uma merda. Mas respira porque daqui de 2014 eu já tomei conta de arrumar essa loucura que você não vai gostar.

Aposto que você tá aí pensando se vai ou não comemorar 13 anos com o Henrique aqui no futuro. E sim, você vai! E não, vocês não casaram ainda (pelo menos não no papel). Mas olha: as coisas podem não ter acontecido como você aí imagina, mas elas aconteceram melhor ainda. Com o tempo você vai ver que relacionamentos amadurecem e sonhos mudam, crescem e são conquistados a quatro mãos.

Uma coisa muito importante: cuida bem desse corpinho que você conquistou à base de falta de tempo de comer e muita correria entre trabalho e faculdade. Tô sentindo muita falta desses quase 20 quilos a menos, eles deixavam a gente com uma silhueta muito mais bonita. Vê se não relaxa!

A família gordurinha cresceu. Lembra que você sempre quis ter sobrinho? Esse ano a quarta já chega por aqui. Esse coração de tia mal cabe no peito de tanta felicidade de ver as pequenas crescendo. Achei que você merecia saber disso.

Contei muito mais do que gostaria mas tudo tem um motivo: você aí em 2004 tá fazendo tudo certo. Não desista do que você quer, só foque um pouco mais. Aproveite as pequenas coisas. Ah! E por favor não insista muito no cabelo vermelho. Ser ruiva não te faz tão bem. Eu sei que a vontade vai aparecer e acho que você deve fazer, mas não fica tentando muito tempo não. Vê se aposta logo no rosa com preto porque ele vai ficar bem bonito. Se joga no cabelo colorido!

ana-20042014c

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.